Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/09/2007 08:56

Brasil tenta voltar à elite do basquete frente Argentina

Gazeta Esportiva

O ala Oscar ainda estava em quadra na última em que o basquete masculino do Brasil jogou uma Olimpíada. O ano era 1996 e a cidade Atlanta, nos Estados Unidos. A derrota para a Grécia por 91 a 72 rendeu ao time nacional a sexta colocação no torneio. Em quadra, jogadores como Pipoka, Ratto e Janjão nem imaginavam, mas ainda demoraria muito para a equipe nacional voltar a disputar uma Olimpíada. Desde então, já foram disputadas duas edições dos Jogos Olímpicos.

Coincidência ou não, em ambas as oportunidades a medalha de ouro ficou com os maiores rivais do Brasil na América: em 2000, os Estados Unidos subiram ao ponto mais alto do pódio, enquanto em Atenas, a Argentina fez história ao ficar com o título. Os jogadores brasileiros, entretanto, acompanharam tudo de casa. Isso porque nas duas últimas vezes em que o Pré-Olímpico foi disputado, o basquete nacional deu vexame.

Em 1999, acabou com a sexta colocação, uma melhor do que o obtido em 2003. Desta vez, o Brasil já está entre os quatro melhores em Las Vegas, mas isso de nada vai valer se a Argentina não for derrotada neste sábado, às 17 horas (de Brasília), com transmissão pela Sportv2, ESPN Brasil, BrandSports e TV Esporte Interativo. De acordo com as regras do torneio, os dois melhores colocados na competição garantem vaga automaticamente nas Olimpíadas de Pequim. Ou seja, a verdadeira final deste Pré-Olímpico é a semifinal. “Estou muito feliz por termos chegado até aqui e poder decidir a vaga para os Jogos Olímpicos. Com certeza, será o jogo da nossa vida e vamos fazer de tudo para ganhar a partida”, afirmou o pivô Nenê Hilário.

Por divergências com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Nenê, primeiro brasileiro a atuar na NBA, não entrava em quadra pela seleção desde 2003. Resolveu este ano voltar, em busca da vaga olímpica. Ao lado de Leandrinho, eleito o melhor reserva da liga norte-americana na última temporada, ele é uma das estrelas da equipe e esperança da torcida por uma vitória sobre a Argentina. Apesar de não estar jogando com força máxima, os argentinos já venceram o Brasil no torneio por 86 a 79, em partida válida pela terceira rodada da segunda fase.

Em jogo emocionante, os comandados de Lula Ferreira chegaram a ter 17 pontos de vantagem. Porém, permitiu a reação do adversário e, no final do jogo, chegou ao empate. Faltando poucos segundos para o encerramento, o Brasil tinha a posse de bola, mas Leandrinho tentou, sem sucesso, fazer uma cesta de três. Na prorrogação, a Argentina foi mortal: 86 a 79. Os jogadores, entretanto, prometem que a história não vai mais se repetir. “Sábado é o jogo da nossa vida e cada um de nós vai entrar com muito mais determinação, pois queremos a vaga olímpica. É o meu sonho disputar uma Olimpíada e temos todas as condições de chegar”, comentou o ala/armador Marcelinho.

O técnico Lula também fala com confiança. “Teremos um dia de descanso para recuperar, treinar e analisar a melhor forma de enfrentar o adversário da semifinal. Chegamos da melhor maneira possível e agora é uma vitória e a vaga para a Olimpíada”, assegura. Porém, se no discurso tudo é um mar de rosas, o mesmo não se pode dizer do clima no time, que vem sendo sacudido por polêmicas nos últimos dias. O problema ficou claro com a inesperada derrota para Porto Rico, na última segunda-feira.

Os jogadores se reuniram depois da partida para conversar e, segundo o jornal O Estado de São Paulo, ficou evidente a existência de dois grupos no time, o de Nenê e o de Guilherme. Irritados com a notícia, Guilherme e Marcelinho Huertas cobraram reparação da repórter, em discussão que envolveu até Lula Ferreira. Mesmo assim, o grupo de recuperou e escapou do confronto contra os Estados Unidos ao vencer o Uruguai nesta quinta-feira. Porém, a ESPN Brasil divulgou imagens onde o armador Nezinho se recusa a atender um pedido da comissão técnica para entrar em quadra.

Como se não bastasse, o ala Marquinhos – cortado do grupo após se contundir contra Porto Rico – revelou ao voltar ao Brasil que Lula não tem mais nenhuma autoridade sobre os jogadores, que o consideram “fraco” e estariam assumindo o comando do time. Tudo isso, entretanto, pode ser ao menos minimizado em caso de uma vitória sobre a Argentina neste sábado. Ou piorado, em caso de novo fracasso.

Caso não consiga a vaga neste Pré-Olímpico, o Brasil terá outra oportunidade de garantir vaga em Pequim no Pré-Olímpico mundial, a ser disputado em julho de 2008 e que garante outras três vagas. Porém, a concorrência nesta competição promete ser muito forte, de forma que a grande chance verde-amarela é neste sábado .Na outra semifinal do Pré-Olímpico das Américas, programada para às 20 horas (de Brasília) os favoritos norte-americanos encaram Porto Rico.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)