Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/02/2006 17:10

Brasil suspende a compra de animais da Argentina

Lourenço Melo/ABr

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento enviou um comunicado ao Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina informando que o Brasil suspendeu o ingresso de animais vivos e produtos suscetíveis à febre aftosa, originários ou procedentes da Província de Corrientes. A decisão foi tomada depois de informações de que a província, que fica a 280 quilômetros do Rio Grande do Sul, registrou ocorrência de foco da doença, em propriedade rural do Departamento de San Luiz Del Palmar.

O comunicado foi enviado ontem (9) pelo diretor do Departamento de Saúde Animal do ministério brasileiro, Jorge Caetano Junior. Estão suspensas temporariamente as importações de sêmen, carne com osso, carne não submetida a processo de maturação e outros produtos e subprodutos não submetidos a processos que permitam a inativação dos vírus da doença em animais vivos de todas as categorias.

De acordo com informações do ministério, por enquanto, o Brasil só continuará a importar da Argentina carne industrializada e carne sem osso. No ano passado, o Brasil exportou para o país vizinho US$ 41,379 milhões em carnes e importou US$ 35,740 milhões. No mesmo período, na área de lácteos, o Brasil vendeu para aquele país US$ 65,745 milhões e importou US$ 5,828 milhões.

Hoje, o secretário de Defesa Agropecuária do ministério, Gabriel Maciel, dará uma entrevista coletiva para fornecer mais detalhes sobre a ocorrência de febre aftosa na província Argentina.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)