Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/09/2015 13:30

Brasil se prepara para reduzir o sódio em 50% até 2020

Portal Segs

Após cumprir a meta dos primeiros acordos (2011-2014) de redução de sódio com as indústrias alimentícias, as próximas etapas do Plano Nacional de Redução de Sódio em alimentos processados do Ministério da Saúde são para 2017 e 2020 e têm o intuito de atingir o patamar de consumo de sódio indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 2 gramas/dia e para isso as reduções devem chegar a 50%. De acordo com a Nutrionix, empresa francesa especializada em soluções para redução de sódio na alimentação, o mercado nacional de ingredientes tem como desafio propor produtos e soluções de alta performance para alcançar as novas metas, pois devem ser capazes de garantir a manutenção da aparência, textura e sabor final dos alimentos industrializados, já que o sódio é responsável por realçar o sabor e regular diversos parâmetros técnicos nos processos de fabricação (fermentação, conservação, retenção de água, etc).

“Além dos problemas industriais, a redução de sódio envolve problemáticas múltiplas como sociais, culturais e nutricionais. Mas veja o caso da Finlândia, que em 1979 tinha o mesmo consumo de sal médio do Brasil (12g/dias) e com um trabalho envolvendo todas as esferas governamentais, sociais e mercadológicas alcançou a marca de 1,7g sal/dia apenas com produtos industrializados low salt e com resultados excepcionais na melhoria da saúde pública”, demonstra Francisco Isler, coordenador de desenvolvimento técnico da Nutrionix.

Ainda de acordo com Isler, a principal preocupação das indústrias alimentícias é que a redução de sódio altere o paladar, já que é um item essencial para manter o sabor que o consumidor aprecia e por isso a redução pode intimidar. Sem contar que todas as soluções encontradas no Brasil são importadas e isso impacta diretamente no custo de produção. “Pensando nisso, a Nutrionix é a primeira empresa a desenvolver uma linha de redutores de sódio fabricada no Brasil com formulação específica para cada tipo de matriz alimentar (bolos; caldos e temperos; carnes e embutidos; molhos; panificação e biscoitos; queijos; snacks e sopas e refeições prontas) levando em consideração as características nacionais”.

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) revelam que os produtos industrializados são responsáveis por 27% do consumo de sódio, porém a Nutrionix estima que com o aumento do consumo de alimentos processados essa participação deve aumentar e poderia chegar a casa dos 60% nos próximos anos, mesmo nível de países como Estados Unidos e Reino Unido.
Sobre a Nutrionix:

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)