Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/01/2006 10:14

Brasil se prepara para missão espacial em março

Cecília Jorge/ABr

A Agência Espacial Brasileira (AEB) corre contra o tempo para preparar as experiências que serão levadas ao espaço pelo astronauta brasileiro Marcos César Pontes. O gerente da primeira missão brasileira à Estação Espacial Internacional, Raimundo Mussi, da AEB, afirmou em entrevista à Agência Brasil que serão apenas cerca de quatro meses desde a assinatura do contrato com a agência espacial russa, Roscosmos, até o lançamento da nave russa Soyuz, previsto para 22 de março.

Mussi contou que integrantes da Nasa, agência espacial norte-americana, chegaram a falar que ele e sua equipe eram nuts (malucos, em inglês) ao saberem do tempo disponível para preparar a viagem. "Passamos a ter quatro a cinco meses para preparar experimentos que normalmente demoram dois anos para serem preparados", disse.

Para contornar a falta de tempo, Mussi explicou que os experimentos foram selecionados entre projetos que já tinham sido apresentados para participar de vôos suborbitais, para serem realizados em foguetes de sondagem que ficam apenas oito minutos, aproximadamente, no espaço. São foguetes do Programa Microgravidade da AEB.

Segundo Mussi, foram escolhidas as pesquisas que mais se beneficiarão com a disponibilidade maior de tempo na estação espacial. São sete experimentos de bioquímica, transferência de calor e reações químicas de moléculas, entre outros.

Também serão feitos dois experimentos escolares: um sobre crescimento vegetal e outro sobre absorção de clorofila. O objetivo das experiências escolares, segundo Mussi, é estimular o interesse dos estudantes pela pesquisa espacial.

Na próxima semana, os materiais e equipamentos serão pesados. Caso o peso exceda o limite de 15 quilos, Mussi não descarta a possibilidade de o número de experimentos ser reduzido. "Talvez a gente fale para os pesquisadores se virarem para diminuir o peso do experimento", acrescentou.

Marcos César Pontes será responsável pela execução dos estudos. "Vamos nos preparar porque para fazer experimentos em microgravidade se precisa de uma técnica, e que não é fácil porque aqui você chega e mexe no seu experimento e lá no máximo você dá instruções [ao astronauta]", explicou Mussi. O astronauta passará por um treinamento de uma semana para saber como realizar cada um dos experimentos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)