Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/10/2005 12:53

Brasil questiona embargo da Indonésia ao farelo de soja

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O chefe do Departamento de Assuntos Sanitários e Fitossanitários da Secretaria de Relações Internacionais, Odilson Ribeiro, informa que o Brasil questionará na OMC (Organização Mundial do Comércio) a decisão da Indonésia de suspender as importações de produtos que não têm relação com a febre aftosa, como o farelo da soja.

Na última sexta-feira (21), Indonésia e Suíça comunicaram Ministério da Agricultura restrições comerciais ao Brasil devido à ocorrência da febre aftosa, elevando para 43 o número de países que anunciaram algum tipo de embargo a produtos brasileiros desde a confirmação do primeiro foco da doença em Eldorado, município à 435 km de Campo Grande.

Além de animais, produtos processados de animais e seus derivados (sem especificação de espécies), a Indonésia suspendeu também a compra de farelo de soja e matérias-primas, equipamentos, maquinaria e medicamentos. O embargo vale para todo o país.

A Suíça suspendeu as importações de artiodáctilos vivos (gênero que possui mais de 200 espécies entre as quais boi, cabra, camelo, o hipopótamo e porco) e seus produtos (carne e produtos à base de carne, miúdos naturais e alguns subprodutos animais). A medida vale para os estados do Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo.

Principal importador de carne bovina brasileira, a União Européia proibiu a entrada do produto procedente dos estados do Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. A Rússia, outro grande mercado do Brasil, deixou de comprar cortes de gado do MS. A Ucrânia bloqueou as carnes produzidas no MS e no Paraná, e a Noruega decidiu barrar os embarques do produto originário do MS, PR e SP.

Na América do Sul, a Argentina limitou as restrições aos animais, carnes, produtos e subprodutos frescos de espécies suscetíveis à aftosa dos municípios sul-matogrossenses de Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã e Mundo Novo. Paraguai e Bolívia suspenderam o comércio de animais suscetíveis à aftosa, produtos e subprodutos de todo o Mato Grosso do Sul, enquanto o Peru e o Uruguai proibiram a entrada de carne bovina e suína, produtos e subprodutos de todo o Brasil. As informações são do Globo Online.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)