Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/09/2006 07:33

Brasil ganha duas medalhas no Mundial

CPB

O Brasil garantiu mais quatro vagas para a Paraolimpíada de Pequim no segundo dia de competições do Mundial Paraolímpico de Atletismo, em Assen, na Holanda. André Garcia conquistou o bronze na final dos 200 metros rasos da categoria T13, para atletas com baixa visão. O velocista, que ficou com o ouro na mesma prova em Atenas, terminou a prova em 22s57, atrás do irlandês Jason Smith, que bateu o próprio recorde mundial com o tempo de 21s83, e do alemão Matthias Schoereder, 22s25. “Foi tudo resultado do trabalho desses anos pra chegar melhor preparado aqui, para conseguir essa vaga para o Brasil. Cheguei no pódio mais uma vez, não deu pra ser o primeiro lugar, mas vou trabalhar pra voltar pra lᔠdisse Garcia.

As outras três vagas foram conquistadas pelas mulheres. Suely Guimarães ficou em quarto lugar no lançamento de disco, na categoria para bi-amputadas de perna. Ádria Santos e Terezinha Guilhermina avançaram para a final dos 100m rasos da categoria T11, para cegos. A final acontece amanhã, com certeza de espetáculo para o público presente. “Acho que classificar para a final de um mundial é uma honra, é um privilégio muito grande. É emocionante estar representando o Brasil, lutando por uma medalha”, comemorou Terezinha.

Mas o grande show do dia foi mesmo do sul-africano Oscar Pistorius. Bi-amputado das pernas, Oscar tem apenas 19 anos e é um fenômeno do esporte paraolímpico. Na final dos 400 metros da categoria T44, para atletas com membros amputados, Oscar bateu o recorde mundial com o tempo de 49s42. O atleta amputado mais rápido do mundo saiu aclamado da pista. “Eu estou muito feliz com a corrida. Eu estava muito tranqüilo, relaxado mesmo nessa prova. Consegui fazer bem os primeiros 200 metros e terminar bem para fazer esse tempo. Eu estou muito feliz com meu tempo”, afirmou Pistorius.

Confira os outros brasileiros classificados

200m – Antonio Delfino (T46) – 22s92

200m – Zeze Alves (T12) – 27s24

200m – Yohansson Nascimento (T46) – 23.91

200m – André Garcia (T13) – 22s77

400m – Lucas Prado (T11) – 54s01

400m – Carlos Bartô (T11) – 1m00s08

400m – Emerson Oliveira (T11) – 58s56

400m – Indayana Martins (T13) – 1m06s81

800m – Odair Santos (T12) – 2m00s27

1500m – Carlos Bartô (T11) – 4m49s95

Primeira vaga brasileira para Pequim durante Mundial Paraolímpico de Atletismo - A pernambucana Roseane Ferreira do Santos, a Rosinha, conquistou a prata com a marca de 29 metros e 67 centímetros. E, de quebra, a primeira vaga nas Paraolimpíadas de Pequim para o Brasil. Nem a chuva constante desconcentrou a atleta, que é recordista mundial na prova com 33 metros e 67 centímetros. “Choveu muito forte e os discos estavam molhados, escorregadios. Só tenho a agradecer por essa medalha de prata e pela vaga, que não é da Rosinha, mas do Brasil", disse Rosinha.



Ádria trouxe mais alegria para o Brasil garantindo lugar na semifinal dos 100m. Com a conquista, o Brasil formará dobradinha na semifinal dos 100 metros rasos feminino, da categoria T11 (cegos), com Ádria Santos e Terezinha Guilhermino. Ádria fez a sua melhor marca no ano com 12s84. “Não tem como prever os 100 metros. Me senti muito bem hoje e espero continuar assim até a final”, comemora Ádria.


Confira os outros brasileiros classificados no primeiro dia


100 metros – Felipe Gomes (T11) – 11s67

100 metros – Lucas Prado (T11) – 11s76

100 metros – Ádria Santos (T11) - 12s71

100 metros - Terezinha Guilhermina (T11) - 12s70

200 metros – Antonio Delfino (T46) – 22s99

400 metros – Carlos Barto (T11) – 57s48

400 metros – Lucas Prado (T11) - 54.81



Abertura do Mundial de Atletismo - A delegação brasileira participou na noite de sábado, 2 de setembro, da festa de abertura do Mundial Paraolímpico de Atletismo, em Assen. O desfile de apresentação contou com a participação de cinco atletas de cada delegação. O Brasil foi representado por Sonia Gouveia, Indayana Martins, Yohansson Ferreira do Nascimento, Edson Cavalcante e André Garcia, que carregou com orgulho a bandeira verde-amarela. As provas começaram no domingo pela manhã, no estádio Stadsbroke. Rosinha dos Santos foi a primeira brasileira a competir em Assen. O Mundial de Atletismo segue até o dia 10.



* Entenda a classificação
Como forma de tornar mais justas as disputas, os atletas são classificados de acordo com o grau de cada deficiência. A classificação divide-se em duas partes:

1- “F” de field (campo em português) para provas de arremessos, lançamentos e saltos
F11 a F13 – deficientes visuais
F20 – deficientes mentais
F31 a F38 – paralisados cerebrais
F40 a F46 – amputados
F51 a F58 – cadeirantes
2- “T” de track (pista) para provas de corrida
T11 a T13 – deficientes visuais
T20 – deficientes mentais
T31 a T38 – paralisados cerebrais
T40 a T46 – amputados
T50 a T55 – cadeirantes

Quanto menor o número da classe maior é o comprometimento do atleta.

Delegação brasileira

Atletas: Ádria Santos (Acic), Alex Mendonça (Cesec), André Garcia (Acergs), Antônio Delfino (Aeep), Aurélio Guedes (Cesec), Carlos Bartô (Adevibel), Edson Pinheiro (Feder), Emerson de Oliveira (Cesec), Emicarlo Elias de Souza (Sadef/RN), Felipe Gomes (Ceibc), Gilson dos Anjos (Ajidevi), Indayana Martins (Advir), Júlio César Petto (Ajidevi), Leonardo Amâncio (ADM), Lucas Prado (AMC), Maria José Alves (Ajidevi), Marlete Vicente (Judecri), Moisés Vicente Neto (Aeep), Nelson Ned Trajano (CTLP), Odair Ferreira dos Santos (CTLP), Ozivan Bonfim (CPSP), Pedro César Moraes (AMC), Roseane Ferreira dos Santos (AASantos Dumont), Sheila Finder (Cepe), Sonia Gouveia (Adefal), Suely Guimarães (AAAUFPE), Terezinha Guilhermino (AMC), Tito Alves de Sena (Adfego), Vanderson Alves da Silva (Andef) e Yohansson do Nascimento (Adefal).

Atletas-guia: Cássio Henrique Damião (Adevibel), Fábio de Oliveira (Ceibc), Felipe Cabral (Cesec), Gerson Knitell (Ajidevi), Jorge Luiz de Souza (AMC), Joseni da Silva (Cesec), Luiz Rafael Krub (Acic), Reginaldo Silva (Cesec) e Ricardo Itacaramby (AMC).

Comissão técnica: Ciro Winckler (coordenador técnico CPB), Amaury Veríssimo (técnico nacional) e João Paulo Cunha (técnico nacional).


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)