Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/09/2007 13:42

Brasil exporta 20,2% mais queijos aos árabes

Milk Point

Até julho deste ano, em comparação ao mesmo período de 2006, o Brasil exportou 20,2% mais queijos aos países árabes. O faturamento saltou de US$ 743,7 mil para US$ 894,6 mil. Em volume o aumento foi menor, 11,53%, de 304 toneladas para 339 toneladas. O crescimento só não foi maior devido ao reajuste de preços.

A Arábia Saudita foi a maior compradora, com US$ 641,8 mil, seguida do Líbano, com US$ 174,9 mil, do Iêmen, com US$ 33,3 mil, e dos Emirados Árabes, com US$ 17 mil. O maior aumento nas vendas ocorreu no Iêmen, com compras 985% maiores. O país havia importado apenas US$ 3 mil nos sete primeiros meses de 2006.

O segundo maior crescimento das compras de queijos brasileiros entre os árabes foi do Líbano, que aumentou em 72,6% as suas importações. A Arábia Saudita comprou 11,86% mais. Os Emirados Árabes Unidos, porém, importaram 252% a menos.

Segundo reportagem de Isaura Daniel, da Agência de Notícias Brasil-Árabe, o maior volume de compras foi do produto fresco do tipo mussarela.

Fornecedores

O maior fornecedor de queijos no período foi Rio Grande do Sul, com US$ 628 mil, seguido do Mato Grosso do Sul com US$ 130 mil, e de Minas Gerais com US$ 109,2 mil. A Tirolez, indústria com fábricas em São Paulo e Minas Gerais, chegou a exportar queijos para o Líbano neste ano, segundo Hegg, gerente de exportações da empresa, mas interrompeu as vendas há cerca de três meses em função do preço alto do leite.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)