Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

25/06/2010 08:53

Brasil e Portugal buscam equilíbrio na luta pela liderança

GE.net/ Luiz Ricardo Fini, enviado especial Durban - África do Sul

Revanche após goleada, busca por equilíbrio e a luta pela liderança. Vários fatores estão envolvidos no mais aguardado jogo do Grupo G da Copa do Mundo da África do Sul. No primeiro encontro entre Brasil e Portugal desde a vitória por 6 a 2 dos pentacampeões, a seleção de Dunga precisa voltar a mostrar solidez defensiva e provar que tem condições de sobreviver sem Kaká, enquanto os lusos esperam ratificar a imagem deixada na goleada sobre os norte-coreanos.

Com isso, nesta sexta-feira, às 11 horas (de Brasília), os dois primeiros colocados da chave medem forças no estádio Moses Mabhida, em Durban. Com seis pontos, o Brasil precisa apenas do empate para confirmar a liderança.

"Sabemos que foi criada um pouco dessa disputa grande entre Brasil e Portugal, mas vamos nos empenhar ao máximo com respeito ao adversário, que tem uma equipe de qualidade. Nosso objetivo é terminar em primeiro, e eles também querem", apontou o capitão Lúcio.

Diferentemente do Brasil, os europeus ainda não têm a vaga assegurada na próxima fase, mas estão bem perto do avanço, já que possuem três pontos a mais que Costa do Marfim e uma diferença de nove gols no saldo. Mas a cabeça dos portugueses está voltada mesmo à liderança. Além disso, todos garantem que não pensam em revanche pelo vexame sofrido há dois anos, mas a goleada por 6 a 2 claramente ainda incomoda o grupo.

"Já não me lembro onde fica Gama (local do amistoso), foram quase dois anos de trabalho. Com o passado, construímos o futuro, mas não temos de viver do passado. Desde então, disputamos muitos jogos, e o conhecimento que existe é completamente diferente do que acontecia há dois anos. Aquilo foi quando Pedro Álvares Cabral passou por lá", ironizou o técnico Carlos Queiroz.

No estádio de Durban, mesmo classificado, o Brasil também tem seus desafios para superar. Além de conter o ímpeto dos atletas liderados por Cristiano Ronaldo, os pentacampeões precisam recuperar o status de 'melhor defesa do mundo', que ficou abalado após sofrer um gol em cada jogo da Copa. Mas os tentos não abalaram a confiança de Dunga no esquema brasileiro.

"Temos uma equipe equilibrada na defesa e no ataque. A história tem nos ensinado que o Brasil conseguiu bons resultados todas as vezes em que teve organização. Todos têm colaborado muito para esse equilíbrio. Os jogadores de ataque têm se sacrificado, assim como há a contribuição dos defensores", acrescentou.

Já os portugueses, que foram bastante questionados pelo empate por 0 a 0 na estreia, querem manter o embalo da goleada por 7 a 0 sobre a Coreia do Norte. Invicto há 18 jogos, Queiroz minimiza os números. "Essas estatísticas são interessantes na preparação do nosso trabalho e positivos para a motivação, mas não ganham campeonatos".

Desfalques: As duas seleções apresentam problemas para o encontro em Durban. No Brasil, Kaká cumprirá suspensão automática por conta da expulsão diante dos marfinenses e não terá a oportunidade de encarar seu colega de Real Madrid, Cristiano Ronaldo.

Além do meia, Dunga também decidiu não se arriscar a colocar Elano em campo, pois o atleta se recupera de pancada no tornozelo direito. Portanto, Júlio Baptista assume a vaga do camisa 10, enquanto Daniel Alves será improvisado no meio-campo, superando a concorrência de Ramires.

Do outro lado, Carlos Queiroz segue sem contar com Deco, que ainda não se reabilitou das dores na região lombar e fica fora pelo segundo jogo seguido. Portanto, nenhum dos três brasileiros naturalizados portugueses devem iniciar o confronto, pois Pepe e Liédson devem ficar entre os suplentes.

Assim como Deco, o meio-campista Ruben Amorim também não foi liberado pelos médicos para o compromisso desta sexta-feira. Desta forma, o treinador tem até a possibilidade de repetir a escalação da rodada passada, mas prefere adotar o mistério.

FICHA TÉCNICA
PORTUGAL X BRASIL

Local: Estádio Moses Mabhida, em Durban (na África do Sul)
Data: 25 de junho de 2010, sexta-feira
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Benito Archundia (do México)
Assistentes: Marvin Torrentera (do México) e Hector Vergada (do Canadá)

PORTUGAL: Eduardo; Miguel, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Fábio Coentrão; Pedro Mendes, Raul Meireles, Tiago e Simão Sabrosa; Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida
Técnico: Carlos Queiroz

BRASIL: Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Daniel Alves e Júlio Baptista; Robinho e Luís Fabiano
Técnico: Dunga

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)