Cassilândia, Domingo, 26 de Maio de 2019

Últimas Notícias

23/01/2019 09:40

Brasil e Paraguai cercam traficantes em nova rota

Correio do Estado

 

A polícia fecha o cerco à nova rota do tráfico internacional de cocaína para o Brasil, via Paraguai, interceptando a entrada de 940 quilos do entorpecente. São aproximadamente R$ 25 milhões em drogas, em direção à Europa, após um “passeio logístico” em território paraguaio. Tradicionalmente, a cocaína boliviana entrava por Corumbá, de onde seguia para os portos marítimos e depois para a Europa. Porém, o acirramento da fiscalização pela BR-262 teria forçado os traficantes a saírem pelo Paraguai, entrando posteriormente em Mato Grosso do Sul, por Ponta Porã ou outros municípios da fronteira seca.

Ao enviar o entorpecente para fora, os lucros do crime organizado tornam-se alarmantes. A cocaína é adquirida nos países produtores – como Bolívia, Peru e Colômbia – por valores que variam de U$S 2,5 mil a U$S 3 mil o quilo (em torno de R$ 11,4 mil). O valor se refere à droga “tipo exportação”, com pureza acima de 90%, exigência no exterior.

Já na Europa, o quilo de cocaína é vendido por cerca de € 25 mil a € 30 mil (em torno de R$ 110 mil). Desse valor, são abatidos custos de transporte e logística. Descontadas as despesas, a estimativa da polícia é de que a exportação de um quilo de cocaína renda cerca de R$ 26 mil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 26 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Sábado, 25 de Maio de 2019
11:34
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)