Cassilândia, Segunda-feira, 28 de Maio de 2018

Últimas Notícias

25/11/2006 15:24

Brasil é o maior consumidor de remédio para emagrecer

José Carlos Mattedi /ABr

O Brasil consome quase 90% das drogas para emagrecimento no mundo. A constatação é da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), que hoje (24) divulgou o 2º Levantamento Domiciliar sobre Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, realizado em 2005. Em comparação ao primeiro estudo, de 2001, o número de usuários desse estimulante dobrou no país, pulando de 1,5% para 3%.

“Não sou eu quem diz isso. É a Organização das Nações Unidas [ONU]. Inclusive, virá ao Brasil uma missão só para saber por que somos os campeões mundiais no uso dessa droga lícita”, assinala o diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), Elisaldo Carlini. A entidade participou do estudo da Senad.

O uso exagerado de remédios para emagrecer no país, as chamadas “drogas anorexígenas”, está levando o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a estudarem medidas para conter o consumo dessa droga, revela o secretário Nacional Antidrogas, Paulo Roberto Uchoa. “Preocupa-nos essa péssima liderança. Mas em curto prazo teremos decisões. Haverá medidas para que haja um consumo controlado”.

Carlini responsabiliza principalmente as mulheres pelo fato de o país ocupar essa liderança. “O que ocorre é uma cruel imposição cultural sobre a brasileira, que só pode ter sucesso se for magrinha”. Para ele, os médicos prescrevem remédios para emagrecimento “não por razões médicas, mas por questões estéticas, o que acaba criando dependência”.

Em Portugal, há quatro anos, essa droga foi proibida de ser comercializada, por causar dependência e até levar a morte. “Acho que o Brasil deveria tomar medidas severas. Impedir o uso por razões estéticas, só fazendo uso em casos extremos”, recomenda Carlini.

Em março deste ano, o relatório anual de 2005 da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), uma organização independente que auxilia a ONU nesse tema, já havia colocado o Brasil como o maior consumidor mundial de anfetaminas. O produto é usado na composição de muitos remédios para emagrecer.

Na ocasião, Carlini afirmou que o Brasil consumia cerca de 30 toneladas de anfetaminas por ano. Em 1995 e 1996, o consumo brasileiro girava em torno de 22 toneladas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)