Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/10/2005 20:07

Brasil coloca exército na fronteira com o Paraguai

Paulo Fernandes/Campo Grande News

O Brasil vai pôr o Exército para patrulhar a linha de fronteira com o Paraguai, para fiscalizar o trânsito de gado entre os dois países. O objetivo é evitar o surgimento de novos casos de febre aftosa na região. O governo sul-matogrossense insiste na tese de que os focos da doença surgidos no lado brasileiro tem origem em animais infectados supostamente trazidos do país vizinho. O pedido foi feito pelo governo do Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, ao Comando Militar do Oeste.

Vão ser fiscalizados cerca de 110 quilômetros da Linha Internacional, entre os municípios de Mundo Novo e Paranhos. É uma região em que se alternam grandes fazendas e pequenas criações em assentamentos. Muitos pecuaristas brasileiros têm também estâncias no lado paraguaio. Até a tarde de hoje não houve definição sobre o início do deslocamento das tropas, segundo a Folha Online.

Também foram colocadas patrulhas marítimas no rio Paraná para evitar o transporte por embarcações ao longo dos 70 quilômetros de águas comuns. Os postos de controle terrestres desinfetam os veículos que adentram o Paraguai, vindos do Brasil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)