Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

07/10/2003 09:47

Brasil caminha para o fim dos contratos com o FMI

Lupi Martins/Agência Brasil

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse ontem em Porto Alegre que o Brasil caminha para o fim dos contratos de empréstimos com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele explicou que esse processo não deverá ocorrer de forma abrupta, mas depois de asseguradas as reformas da Previdência e tributária e o controle da inflação.

Ao falar para empresários gaúchos na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Meirelles fez a defesa da política monetária do Banco Central. Ele recebeu das mãos do presidente da Fiergs, Renan Proença, uma lista de sugestões com dez medidas para reativar a economia, entre elas: a redução da taxa básica de juros; a adoção de metas de inflação que não penalizem a atividade econômica; a reativação efetiva do Convênio de Crédito Recíproco (CCR); a redução dos tributos sobre movimentações financeiras; a manutenção da redução da exposição cambial dos títulos públicos; a instituição de um novo acordo com o FMI; a dinamização do mercado futuro de câmbio e o aumento do prazo de captação de recursos financeiros no Brasil.

Henrique Meirelles afirmou que as perspectivas para a economia brasileira são muito boas. "Houve uma transição do período de vulnerabilidade externa para um período de normalidade", disse ele.

O presidente do Banco Central destacou a queda do risco país, "que deve cair ainda mais, e, com um esforço continuado, teremos base para o crescimento sustentado". Meirelles acentuou ainda que o desenvolvimento sustentado exige a remoção dos gargalos, mencionando medidas como as reformas previdenciária e tributária e investimentos em infra-estrutura que se apresentarão no Plano Plurianual.

"A redução do risco Brasil vai provocar uma queda do custo de financiamento para agentes econômicos nacionais e internacionais, que encontrarão condições e ambientes propícios para investimentos, que vão permitir a ampliação sustentada da capacidade produtiva da economia brasileira", disse Meirelles.

A visita do presidente do Banco Central a Porto Alegre foi promovida pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças, pela Associação Brasileira de Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento e pela Associação de Bancos do Rio Grande do Sul.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 22 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)