Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/04/2005 14:03

Brasil aumenta participação na venda de gado vivo

Rosamélia de Abreu / ABr

A pecuária brasileira está conquistando um novo mercado no exterior: o comércio de boi vivo. No mês de março, foram enviados para o Líbano, por navio, 9 mil animais. Além disso, uma missão das Filipinas está negociando a compra nessa modalidade e alguns países do Leste Europeu também demonstraram interesse na transação.

As informações são do analista de Comércio Exterior da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, José Renato Barcellos Ferreira. Segundo ele, essa nova modalidade de comércio vai ajudar o país a consolidar a posição de grande exportador mundial de carne bovina.

"O Brasil é um grande exportador de carne bovina e precisa ingressar nesse novo mercado. O comércio internacional movimenta aproximadamente, US$ 5 bilhões por ano com a venda de gado vivo. No ano passado, o Brasil vendeu US$ 7,338 milhões, o que é muito pouco", afirma.

As vantagens da comercialização de boi vivo são principalmente a redução do custo para o pecuarista. "Para vender o gado vivo o custo do pecuarista é menor e independe da intermediação dos frigoríficos", lembra o especialista. Segundo ele, o preço do animal vivo - com peso médio de 240 quilos - no mercado internacional varia entre US$ 600 e US$ 800, dependendo da qualidade da mercadoria. A tonelada da carne processada ou in natura pode atingir US$ 2,122 mil.

Ferreira lembrou que o crescimento do Brasil no comércio de gado vivo está muito acentuado. "De 2002 a 2004, o crescimento das vendas foi de 14.000%. Em 2002, o Brasil exportou 1.014 mil animais e no ano passado esse número subiu para 15 mil cabeças", revela.

Os maiores exportadores mundiais de gado vivo são a Austrália e o México.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)