Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/10/2005 07:16

Branco diz que perda do Mundial servirá de lição

CBF News

A delegação da Seleção Brasileira Sub-17 retornou de Lima, no Peru, na segunda-feira à noite. Nesta terça-feira, o coordenador das categorias de base da CBF, Branco, esteve na sede da entidade e, depois de se reunir com o secretário-geral Marco Antônio Teixeira, fez uma análise da participação do Brasil no Mundial 2005, em que a equipe dirigida pelo treinador Nélson Rodrigues ficou com o vice-campeonato, derrotada na final pelo México por 3 a 0. Branco diz que a perda do título, da maneira como aconteceu, vai representar uma dura lição para os jovens jogadores em relação ao futuro na carreira.

- Espero que eles aprendam que no futebol nem sempre a melhor técnica prevalece. Há necessidade de algo mais, de uma maior entrega, para ser campeão. A equipe tem muita qualidade e, talvez até por isso, tenha mostrado uma certa auto-suficiência que acabou nos custando o título.

Branco conversou muito com os jogadores após a derrota para o México. Sentiu o grupo abatido, com todos tristes pela oportunidade que deixaram escapar, mas tem confiança de que vão recuperar-se para prosseguir sendo vitoriosos na carreira.

- Eles sabem que perderam uma oportunidade que não terão outra vez, a de ser campeões sul-americano e mundial no mesmo ano. Por causa da auto-suficiência, acabaram derrotados pelo México, que na minha opinião era inferior tecnicamente às seleções que chegaram às semifinais.

Apesar do tom de advertência, Branco lembra que não se pode somente criticar um grupo que já deu provas de ter grande potencial. Para o coordenador, há que se levar em conta se tratar de jogadores muito jovens, sujeitos a oscilações de reação e comportamento próprios da idade. Ainda mais vivendo uma realidade no futebol em que tudo acontece prematuramente.

- Hoje, no futebol, já não se queimam as etapas necessárias para que os jogadores possam amadurecer naturalmente. Muitos deles, apenas com 16 anos, já são titulares em seus clubes, ganham bons salários, é natural que alguns se deixem empolgar. A gente se preocupa em dar o respaldo, do lado psicológico, temos profissionais capacitados para tal, tentamos orientá-los, mas é complicado. Cada pessoa reage de uma maneira.

Branco garante que não houve problemas extracampo com o grupo, que esteve unido. Ressalta que a comissão técnica em nenhum momento se mostrou tolerante com demonstrações de prática antiesportiva, como aconteceu com o lateral-esquerdo Marcelo, expulso nos jogos de estréia e final do Mundial. O coordenador garante que a maior punição que o jogador pode sofrer será pôr em risco o seu aproveitamento em uma futura convocação.

- Ele será o grande prejudicado. Se, por ter sido expulso na estréia, foi suspenso por três jogos, agora pode sofrer uma suspensão maior para uma próxima competição, e perder espaço nas futuras convocações.

Ainda assim, mesmo lamentando a perda de um título que esteve muito perto, o do tetracampeoanto mundial, Branco fez questão de elogiar a qualidade dos jogadores da Seleção Sub-17. Em conseqüência, destacou o bom trabalho feito pelos clubes nas divisões de base.

- Não se pode tirar os méritos do trabalho dos clubes, que estão formando jogadores de grande potencial. Aliás, esse não é o problema do futebol brasileiro, já que sempre tivemos qualidade. O problema é fazer com que desde garotos eles consigam aliar à sua inegável técnica um sentido maior de equipe, que é o que torna os times vencedores. Mas tenho certeza de que a lição desse vice-campeonato será bem aproveitada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)