Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/02/2006 17:11

Bovinos importados são monitorados

Agência Goiana de Comunicação

A Agrodefesa está monitorando todos os bovinos importados existentes em Goiás. O recadastramento começou na última sexta-feira e deve durar 30 dias. Os animais foram comprados há anos de países onde ainda não havia sido identificada a vaca louca mas que hoje são comprovadamente áreas de alto risco. Como o período de incubação chega a sete anos, a doença pode se manifestar agora. Por isto a Agrodefesa está fazendo o monitoramento.

A maioria dos animais acompanhados pelos técnicos da Agrodefesa tem mais de 10 anos. Eles estão em 15 propriedades situadas em 14 municípios goianos. Em Goiás há 60 bovinos vindos da França, Estados Unidos, Canadá e Alemanha, considerados de alto risco. O monitoramento é feito todo mês. Os animais têm que ser acompanhados para que não sejam abatidos. Se infectados, eles não podem ser consumidos pelo ser humano. Desde setembro de 1993 está proibida a importação de animais das regiões de risco.

Segundo o gerente de Sanidade Animal da Agrodefesa, Willian Vilela, como estes animais são provenientes de áreas de risco, não podem ser comercializados sem autorização prévia da Agrodefesa. O Ministério da Agricultura dispõe de verba para indenizar o produtor caso ele faça a opção de sacrificar os animais. Os interessados devem entrar em contato com a unidade local da Agrodefesa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)