Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/11/2015 13:15

Boletim de ocorrência sobre a prisão de suspeitos pela prática de rinha de galo

Redação

O. V. dos S. F., 33 anos, e L. H. dos S., 26 anos, foram presos por praticar maus-tratos em animais na manhã de ontem (2) em Cassilândia (MS). O fato ocorreu em uma chácara localizada na rua Francelino T. Moreira. Biqueiras e bucha foram apreendidas. 

Segue o histórico do boletim de ocorrência do crime ocorrido ontem:

"Chegou ao conhecimento deste plantão policial, por meio do BOPMA n° 47/2015, constando que, na data de hoje, os policiais militares ambientais, em atividades de fiscalização ambiental neste Munícipe, quando, às 10h00min, compareceram ao endereço supra citado, onde nos fundos da residência, verificaram que o local funcionava como rinha de galo, mas no momento da vistoria, não estava em funcionamento; Que, encontraram um rebolo de lona (rinha) para colocar os galos para brigar, bem como, encontraram biqueiras e buchas para treinamento dos galos; Que, ainda, verificaram 13 treze galos índio - todos apresentando maus tratos, ou seja, tosados, com esporas cortadas e alguns bastante machucados, proveniente das brigas, evidenciando o funcionamento da rinha de briga de galo; Que, as aves estavam todas presas em viveiros de madeira apertados; Que, apresentou-se como proprietário do local, os autores O. V. dos S. F. e L. H. dos S., informando-lhes que são criadores dos galos e às vezes os colocam para brigarem, apenas para treinos, utilizando buchas e biqueira específicos para treinos; Assim, ante a constatação do crime ambiental previsto no artigo 32, da Lei 9.605/98, autuaram os responsáveis pela rinha de galo, lavrando-se o Auto de Infração/Semac n° 12996/2015 e 12997/2015 e Laudo de Constatação Semac nº 22992/2015, sendo apreendido os 13 treze galos de briga e o material de treino das aves, registrando tal ato no Termo de Paralisação/Semac n° 07461/2015 e 07462/2015 e, dada a total impossibilidade de remoção e acomodação dos galos para local adequado, foram confiados em depósito para os autuados, momento em que foram advertidos das penalidades impostas ao depositário infiel; Que, foi dada voz de prisão aos autores e encaminhados a esta Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis; Que, em se tratando de crime de menor potencial ofensivo, foram liberados desde que se comprometessem de comparecer no dia seguinte para a lavratura do termo circunstanciado de ocorrência, advertidos da possibilidade de responderem por crime de desobediência se caso se ausentarem sem justa causa; É o relato."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)