Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/12/2005 18:38

Boca-de-urna pode anular sessão que absolveu Queiróz

João Prestes/Campo Grande News

A denúncia do deputado Mauro Passos (PT-SC) de que teria ocorrido boca-de-urna na votação que salvou o mandato do deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) pode levar à anulação da sessão. O vice-líder do PPS, Raul Jungmann (PE) entregou ao presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), requerimento do partido que formaliza o pedido para que Queiroz seja novamente julgado pelo Plenário.

Passos denunciou que o deputado gaúcho Osvaldo Biolchi (PMDB) teria distribuído cédulas com voto já marcado contra a cassação de Romeu Queiroz. A Corregedoria Parlamentar da Câmara já investiga o caso a partir de representação de Passos contra Biolchi, por quebra de decoro parlamentar.

Biolchi negou que tenha feito qualquer procedimento de boca-de-urna e disse que vai acionar os advogados para processar Mauro Passos, segundo informa a Agência Câmara. "Ele é que quebrou o decoro por fazer uma acusação injusta", apontou.

Na representação, o líder do PPS levanta suspeita sobre um grande "acordão" com o objetivo de absolver Queiroz e outros deputados envolvidos no escândalo do "mensalão". Além da denúncia de boca-de-urna, o vice-líder do PPS lembra a liberação recente de emendas parlamentares pelo governo e o fato de que o número de parlamentares presentes na Casa era superior ao de deputados que votaram no processo de cassação, como um indício de acordo para esvaziar a sessão. "Tudo indica que essa absolvição foi viciada", acusa.

O deputado Romeu Queiroz foi acusado de desrespeitar a legislação eleitoral ao receber recursos de caixa dois do PT para o PTB sem registrá-los. Apesar de o Conselho de Ética ter o pedido sua cassação, Romeu Queiroz foi absolvido pelo plenário da Câmara por 250 votos contra 162.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)