Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/05/2004 13:59

Bingos: aliados dizem que faltou diálogo

Paula Medeiros e Keite Camacho / ABr

O presidente nacional do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), Roberto Jefferson (RJ), disse hoje, ao chegar para a reunião do Conselho Político, no Palácio do Planalto, que falta diálogo entre o governo e a base aliada. Esse, segundo Jefferson, foi o motivo da derrota sofrida ontem (5) pelo governo no Senado, com o arquivamento da Medida Provisória que proibia o funcionamento dos bingos no país. “Falta diálogo do presidente Lula com a base. Na hora que ele transmitir para nós, presidentes de partidos, os seus projetos de curto e médio prazo, nós poderemos reunir os líderes da Câmara, os líderes do Senado e já colocarmos para as nossas bancadas o pensamento do governo”, afirmou.

A realização freqüente de reuniões do Conselho Político, que conta com a participação dos presidentes dos partidos da base aliada, é, segundo o presidente do PTB, uma boa forma de se intensificar esse diálogo. O Conselho Político é uma promessa de campanha do presidente Lula e será um fórum de debates onde o governo poderá ouvir as opiniões dos partidos que o apóiam. Na reunião de hoje, a primeira do conselho, o órgão será instalado e os debates terão início.

O presidente do PPS, Roberto Freire (PE), concorda que é preciso intensificar o diálogo do presidente com os partidos aliados. Mas ele nega que exista qualquer crise na base de apoio do governo. Segundo Freire, a base está unificada, mas sofre os reflexos das dificuldades enfrentadas pelo governo. “Não vamos esquecer que no primeiro ano do governo ele conseguiu aprovar todas as propostas que enviou. Se não tivesse uma base votando segundo sua orientação, não teria sofrido uma derrota em um ano e quatro meses. Teria sofrido mais”, garantiu.

O valor do salário mínimo, segundo Freire, será um dos assuntos tratados no encontro. Mas o presidente do PPS afirma que é preciso discutir, também, os rumos da política econômica. “O mínimo é importante porque afeta grande parte da população, mas ele é fruto de toda uma política. Talvez seja importante discutir toda a política econômica”, disse.

Outro assunto que deve ser tratado no encontro é a divergência entre Câmara e Senado. Segundo Roberto Jefferson, a bancada do governo na Câmara está preocupada com a atuação recente do Senado. Ele afirmou que existem dois governos, o do Senado e o da Câmara. “Está ruim isso, o Senado faz o papel de bonzinho e a Câmara de má”, protestou. Roberto Jefferson disse que foi isso o que ocorreu na reforma da Previdência, no projeto da Cofins e na medida provisória dos bingos. “Agora a gente fica em sobressalto com relação ao salário mínimo. Eu vou dizer ao meu partido para apoiar o salário mínimo de R$ 260. E se o Senado der R$ 275? Como fico eu, presidente do PTB com a minha bancada? O Senado está gerando insegurança grave na relação da Câmara com o governo”, reclamou.

Participam da reunião do Conselho Político os ministros José Dirceu (Casa Civil) e Aldo Rebelo (Coordenação Política), além dos presidentes de partidos da base aliada do Governo: Miguel Arraes (PSB/PE), Pedro Corrêa (PP/PE), Valdemar Costa Neto (PL/SP), Roberto Freire (PPS/PE), Roberto Jefferson (PTB/RJ), Renato Rabelo (PCdoB/ SP), Maguito Vilela (vice-presidente PMDB/GO), José Genoíno (PT/SP), José Luiz França Pena (PV/SP) e Pastor Everaldo Dias Pereira (vice-presidente PSC/RJ).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)