Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/11/2009 15:32

Beira-Mar diz que o fim do tráfico é "utopia”

Aline Queiroz e Nadyenka Castro, Campo Grande News

"É utopia achar que prendendo um ou outro o tráfico vai acabar”, disse Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, ao juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, durante o interrogatório do julgamento em relação à morte de João Morel.

Beira-Mar nega qualquer envolvimento com o assassinato, ocorrido em 21 de janeiro de 2001, no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, pelo qual é julgado hoje.

Questionado acerca de suposto ganho com a morte de Morel, Beira-Mar nega que possa ter se beneficiado com o assassinato. “Com a morte dele ou a minha prisão o tráfico existe da mesma maneira”, completa.

Beira-Mar garante que é “público e notório” que a maioria dos paraguaios vive de “plantar e vender maconha”. Ele assegura ainda que não existe monopólio no tráfico. “Existe o que vende mais e o que vende menos. Meu Deus do céu, se for contar quantos são (traficantes) vai passar o resto da vida aqui”, destaca.

Colômbia - Beira-Mar diz que soube pelo jornal da morte de Morel. Ele estava na Colômbia, onde ficou foragido de 1999 a 2001.

Ele nega que tenha ligação com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Beira-Mar afirma que ficou escondido em meio a matagais e não teve ajuda do grupo para se esconder.

“Sou condenado por tráfico. Sou traficante” finalizou em relação à suposta influência exercida na Colombia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)