Cassilândia, Terça-feira, 25 de Abril de 2017

Últimas Notícias

10/11/2009 15:32

Beira-Mar diz que o fim do tráfico é "utopia”

Aline Queiroz e Nadyenka Castro, Campo Grande News

"É utopia achar que prendendo um ou outro o tráfico vai acabar”, disse Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, ao juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, durante o interrogatório do julgamento em relação à morte de João Morel.

Beira-Mar nega qualquer envolvimento com o assassinato, ocorrido em 21 de janeiro de 2001, no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima, pelo qual é julgado hoje.

Questionado acerca de suposto ganho com a morte de Morel, Beira-Mar nega que possa ter se beneficiado com o assassinato. “Com a morte dele ou a minha prisão o tráfico existe da mesma maneira”, completa.

Beira-Mar garante que é “público e notório” que a maioria dos paraguaios vive de “plantar e vender maconha”. Ele assegura ainda que não existe monopólio no tráfico. “Existe o que vende mais e o que vende menos. Meu Deus do céu, se for contar quantos são (traficantes) vai passar o resto da vida aqui”, destaca.

Colômbia - Beira-Mar diz que soube pelo jornal da morte de Morel. Ele estava na Colômbia, onde ficou foragido de 1999 a 2001.

Ele nega que tenha ligação com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Beira-Mar afirma que ficou escondido em meio a matagais e não teve ajuda do grupo para se esconder.

“Sou condenado por tráfico. Sou traficante” finalizou em relação à suposta influência exercida na Colombia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 25 de Abril de 2017
Segunda, 24 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)