Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/05/2015 09:23

Bebê sufocada morreu cerca de 3h antes de ligação, suspeita bombeiro

Campo Grande News

Bombeiros contestam demora no atendimento da bebê Elisa Lorena Almeida, morta na manhã desta sexta-feira (22) supostamente sufocada. A corporação afirma que a equipe enviada à casa da família levou nove minutos para chegar ao local e encontrou a criança roxa e já em rigidez cadavérica, indicando pelo menos três horas de óbito.

Os militares também constataram que a menina tinha sangramento no nariz, situação rara em casos de engasgo. Ela estava na cama dos pais, ao contrário do que eles disseram em depoimento. O casal afirmou à polícia que a filha estava dormindo no berço.

Conforme a delegada titular da 6ª Delegacia de Polícia, Cristiane Grossi, que apura o caso, Helton Magalhães Pereira, de 29 anos, e Yana Feijó de Almeida, 27, foram ouvidos e não souberam dizer quando a criança começou a passar mal e entraram em contradição sobre o horário que a menina dormiu. Eles afirmaram apenas, que o Corpo de Bombeiros foi chamado às 6h, mas só chegou por volta das 9h.

Porém, a corporação diz ter registros de que a ligação foi realizada às 8h40. Entre o chamado e a chegada da viatura, passaram-se cerca de sete minutos. A perícia foi chamada diante da situação em que estava o cadáver. Somente o laudo irá apontar com precisão quais foram as causas da morte.

Vizinhos, que não quiseram se identificar, afirmam que houve uma festa na casa da família durante a noite anterior à morte. Sobre isso, a delegada diz que vai ouvir testemunhas, mas garante que não havia indícios de qualquer tipo de reunião, dada a organização do imóvel.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)