Cassilândia, Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

Últimas Notícias

08/03/2020 14:00

Bebê morre e corpo é encontrado enrolado em lençóis sujos e com formigas

Campo Grande News

 

A Polícia Civil de Corumbá, distante 419 quilômetros da Capital, investiga a morte de um bebê de apenas três dias de vida, que estava internado na maternidade do município desde o dia 4 de março. O óbito foi constatado na madrugada deste sábado (7) e o corpo do recém-nascido encontrado pela tia enrolado em lençóis sujos e cheio de formiga.

Conforme boletim de ocorrência, equipe médica responsável pelo parto afirmou que a criança nasceu com uma doença chamada icterícia, responsável por deixar o corpo amarelado e, em casos de complicações, podendo provocar a morte.

Ainda segundo o boletim, os pais da criança afirmaram que a tia do bebê foi quem recebeu ligação no fim da madrugada, por volta das 5h50, solicitando a presença dos responsáveis pela menina no hospital. O pai, identificado como sendo Walson Diogo Lima, não soube informar quem seria o médico que diagnosticou a doença da filho.

Após o nascimento, o bebê batizado como Killian Lima de Carvalho foi levado para um dos quartos da maternidade, quando os pais observaram que ele apresentava tom amarelado. Amostras de sangue foram coletadas para análise, porém, conforme a mãe, Stefani Valmaceda, o resultado do exame não foi informado.

Killian chegou a ser encaminhado a pediatria, onde permaneceu tomando banho de luz e remédio. De acordo com a enfermeira, o óbito teria sido registrado às 2h.

Conforme o site Diário Corumbaense, a tia foi quem, em companhia de uma enfermeira, foi até o necrotério. Ao chegarem, se depararam com a sala fechada. Por uma outra porta elas tiveram acesso ao local, momento em que a familiar da criança encontrou o corpo do bebê envolto em lençóis sujos e cheio de formigas.

Os familiares foram informados de que Killian teria sofrido uma parada cardiorrespiratória e não resistido. Todos os procedimentos para reanimação do bebê foram realizados, conforme o hospital, mas sem êxito.

Ainda conforme o site, a direção da unidade de saúde não se pronunciou, até o momento. Já a Secretaria Municipal de Saúde divulgou nota informando ter tomado conhecimento do ocorrido e que está acompanhando o caso junto a administração do Hospital.

“Ressaltamos que a administração municipal não é conivente com este tipo de atitude, e tem trabalhado constantemente pela humanização e pelo bom atendimento prestado ao munícipe”, cita a secretaria.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 08 de Abril de 2020
Terça, 07 de Abril de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)