Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/09/2007 06:30

Bancos terão Fiscalização mais rigorosa

Agência MJ

Brasília, 12/09/07 (MJ) - Filas longas, atendimento ruim, taxas cobradas indevidamente, cartões de crédito enviados sem autorização. Esses são apenas alguns dos problemas que o cidadão brasileiro costuma enfrentar nos bancos onde possui conta. O suficiente para gerar uma enxurrada de reclamações juntos aos Procons e ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça.

Segundo dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), os transtornos causados pelas instituições bancárias são tantos que encabeçam a lista de reclamações. Só entre agosto de 2006 e julho deste ano foram registrados cerca de 96, 5 mil atendimentos pelos órgãos de defesa do consumidor. Mais do que os referentes a produtos e serviços essenciais e quase o dobro em relação á área de saúde.



Uma das soluções apontadas pelo DPDC nessa luta contra as instituições que insistem em desrespeitar o consumidor foi adotada nessa terça-feira (11), por meio de convênio firmado entre o Ministro da Justiça, Tarso Genro, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. A parceria prevê a formação de um grupo de trabalho com técnicos dos dois órgãos para definir formas de fiscalização mais rigorosas pelo BC.



Antes mesmo da primeira reunião do grupo, que deve acontecer na próxima semana, uma decisão já está tomada. Será estipulado um número mínimo de reclamações nos Procons que automaticamente acionará o BC (uma espécie de gatilho) para que a instituição tome providências contra o banco infrator.



O grupo vai discutir, ainda, de que forma o trabalho será executado: se por região, estados ou municípios. Também decidirá se o Procon fará a denúncia (após acionado o gatilho) diretamente ao BC ou por meio do DPDC. A responsabilidade pela fiscalização, aplicação de punições ou multas, permanece a cargo do Banco Central.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)