Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/09/2005 14:59

Banco Rural diz que Valério era facilitador de negócios

Agência Câmara

Em depoimento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, a presidente do Banco Rural, Kátia Rabello, disse que o empresário Marcos Valério de Souza era um "facilitador" de negócios para o banco no governo porque tinha forte ligação com petistas e com o governo federal. Foi por isso, inclusive, que Marcos Valério intermediou o contato de executivos do Rural com o então ministro da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT-SP).
Uma das teses que as CPMIs dos Correios e da Compra de Votos querem comprovar é de que os empréstimos concedidos a Marcos Valério, que teriam o PT como beneficiário indireto, eram concedidos porque o banco obteria benefícios junto ao governo.
Kátia considerou "absolutamente anormal" o fato de a secretária de Marcos Valério, Simone Vasconcelos, usar a agência do Banco Rural, em Brasília, para fazer pagamento em dinheiro a pessoas indicadas pelo ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.

Petros
O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) perguntou à depoente se as boas relações com o governo, por causa da intermediação de Marcos Valério, teriam alguma relação com os R$ 5,2 milhões investidos no Rural, no início de 2003, pela Petros, fundo de pensão da Petrobras.
Esse investimento, segundo o deputado, chegou a R$ 24,5 milhões no segundo semestre do mesmo ano. Conforme o tucano, a Petros nunca havia investido no Banco Rural durante o governo Fernando Henrique.
Kátia respondeu que o banco fez um estudo sobre a soma dos investimentos de órgãos ligados ao governo federal nos governos FHC e Lula. Segundo ela, não foram encontradas variações em relação ao total dessas aplicações. "O que houve foi uma ligeira queda", disse a executiva.

Dirceu
O depoimento de Kátia Rabello foi encerrado há pouco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)