Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

22/09/2005 14:59

Banco Rural diz que Valério era facilitador de negócios

Agência Câmara

Em depoimento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, a presidente do Banco Rural, Kátia Rabello, disse que o empresário Marcos Valério de Souza era um "facilitador" de negócios para o banco no governo porque tinha forte ligação com petistas e com o governo federal. Foi por isso, inclusive, que Marcos Valério intermediou o contato de executivos do Rural com o então ministro da Casa Civil, deputado José Dirceu (PT-SP).
Uma das teses que as CPMIs dos Correios e da Compra de Votos querem comprovar é de que os empréstimos concedidos a Marcos Valério, que teriam o PT como beneficiário indireto, eram concedidos porque o banco obteria benefícios junto ao governo.
Kátia considerou "absolutamente anormal" o fato de a secretária de Marcos Valério, Simone Vasconcelos, usar a agência do Banco Rural, em Brasília, para fazer pagamento em dinheiro a pessoas indicadas pelo ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.

Petros
O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) perguntou à depoente se as boas relações com o governo, por causa da intermediação de Marcos Valério, teriam alguma relação com os R$ 5,2 milhões investidos no Rural, no início de 2003, pela Petros, fundo de pensão da Petrobras.
Esse investimento, segundo o deputado, chegou a R$ 24,5 milhões no segundo semestre do mesmo ano. Conforme o tucano, a Petros nunca havia investido no Banco Rural durante o governo Fernando Henrique.
Kátia respondeu que o banco fez um estudo sobre a soma dos investimentos de órgãos ligados ao governo federal nos governos FHC e Lula. Segundo ela, não foram encontradas variações em relação ao total dessas aplicações. "O que houve foi uma ligeira queda", disse a executiva.

Dirceu
O depoimento de Kátia Rabello foi encerrado há pouco.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)