Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

02/05/2012 14:40

Balanço das operações da PRF nos estados mostra feriadão violento nas estradas

Agência Brasil

Brasília - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou apenas operações regionalizadas para enfrentar o feriado prolongado do Dia do Trabalho, conforme a demanda de cada estado. A decisão levou em conta, por exemplo, a concessão ou não de ponto facultativo na segunda-feira (30) pelos governos estaduais. Por causa disso, não foi divulgado balanço nacional, mas números apurados pela Agência Brasil mostram que o feriadão foi violento nas estradas.

Durante a operação do feriado do Dia do Trabalho em Minas Gerais, por exemplo, 22 pessoas morreram. No total, 8.863 veículos foram fiscalizados nesse estado, com registro de 393 acidentes e 235 feridos. O número de testes de etilômetro (bafômetro) aplicados chegou a 1.752, sendo que 53 pessoas foram autuadas e 19 motoristas foram presos por dirigirem embriagados. Não é possível comparar os números com os feriados do trabalho de 2011 e 2010 porque ocorreram em fins de semana.

De acordo com a inspetora Fabrizia Nicolai, da 4ª Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, localizada em Minas Gerais, pode-se relacionar o número de mortes com a imprudência dos motoristas. “Dos 22 acidentes com morte, dez foram causados possivelmente por ultrapassagens indevidas. O excesso de velocidade e a falta de atenção dos condutores contribuiriam mais uma vez para os números negativos da operação”, disse a inspetora.

Na Bahia, a Operação Dia do Trabalho registrou 19 mortos, além de 127 acidentes e 59 pessoas feridas. A PRF atribuiu como fatores determinantes no número total dos acidentes a imprudência e a inabilidade dos condutores. Os 521 testes de etilômetro realizados resultaram em 27 condutores flagrados e notificados por dirigirem alcoolizados, infração gravíssima, com multa de R$ 957,70. Nove condutores, além de multados, também foram presos.

Nas estadas baianas, foram fiscalizados 4.346 veículos, sendo que 1.380 foram notificados e 374 condutores foram flagrados por ultrapassagens indevidas. Na operação, 120 pessoas foram autuadas por falta do uso do cinto de segurança, 158 foram flagrados sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou com prazo de validade vencido.

O balanço no Espírito Santo registrou queda no número de acidentes e feridos, porém o número de mortes dobrou, comparando-se com os números da última operação. No feriado do Dia do Trabalhado, a PRF contabilizou 56 acidentes, 39 feridos e quatro mortes. Já no feriado da Semana Santa, foram registrados 84 acidentes, 47 feridos e dois mortos.

No Pará, durante os cinco dias de operação, a PRF registrou 61 acidentes nas rodovias federais, resultando em 35 pessoas feridas e três mortes. A imprudência pelos condutores e pedestres foi responsável por 44 acidentes, equivalentes a 75% dos casos, sendo que 25 acidentes foram causados por falta de atenção, oito por deixar de manter distância de segurança, sete por direção sob efeito de álcool, três por desobediência à sinalização e um por defeito mecânico no veículo.

Em Brasília, a PRF encerrou a operação registrando diminuição nos índices de acidentes, feridos e mortos em comparação com a última operação, realizada no feriado da Semana Santa. Foram registrados agora 36 acidentes, com 28 feridos e uma morte. Em comparação, na Operação da Semana Santa ocorreram 50 acidentes com 45 feridos e seis mortos.

Edição: Davi Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)