Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/12/2017 07:40

Balança comercial atinge superávit de 2,1 bilhões de dólares em MS

Campo Grande News

Entre janeiro e novembro deste ano, Mato Grosso do Sul registrou um superávit de US$ 2,1 bilhões na balança comercial do setor externo, conforme números apresentados pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) nesta terça-feira (5).

Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo tem como destaques a soja em grão (24,51% de alta), celulose (4,6% de alta), carne bovina e produtos de carne (18,35% de alta) e açúcar (23,66% de alta).

Os produtos citados, respectivamente, são os quatro primeiros itens de exportação de Mato Grosso do Sul e representam 73,53% dos valores exportados de janeiro a novembro de 2017.

"Esse resultado é decorrente de uma melhora no desempenho dos principais produtos de nossa pauta de exportação. Houve uma alta muito expressiva em relação ao ano anterior, beneficiando a economia de nosso Estado", comenta o chefe da Semagro, Jaime Verruck.

O secretário ainda frisa que a cotação do dólar esteve em um nível que proporciona boa rentabilidade nas exportações. "Tivemos uma recuperação na celulose, já mostrando um reflexo da abertura da segunda linha de produção da Fibria, e também no milho", completa.

Outros destaques foram a recuperação do minério de ferro e o crescimento do ferro gusa, que causaram impacto efetivo de 62% no aumento de exportações do porto de Corumbá, em relação a janeiro a novembro do ano passado.

Mercado - Em termos de mercados, a China permanece como principal destino das exportações com 34,61%, seguida pela Argentina com 5,39%, sendo esse segundo o país que teve maior crescimento na participação, chegando a 55,31% de valores a mais exportados, comparando 2017 a 2016.

Os destaques regionais ficaram para Três Lagoas, município que mais exporta, com 31,77% dos valores exportados, seguido de Campo Grande, com 10,89% da pauta.

Com relação as importações, houve aumento de 10,32% de janeiro a novembro desta ano, comparado ao mesmo período em 2016. Essa variação deve-se, sobretudo, à maior importação de "Outras máquinas e equipamentos mecânicos", que chegou a 128,24% de crescimento dos valores importados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)