Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/02/2015 16:44

Autoridades dizem que acompanham consequências da seca em MS

Campo Grande News

Aparecida do Taboado - distante 481 km de Campo Grande, está sofrendo as consequência da estiagem que atinge o país. O rio Paraná que nasce no município e seus afluentes estão cerca de 10 metros abaixo do nível esperado para a época, o que já compromete a produção de pescado, gado e leite do Estado.

O prefeito José Robson Samara Rodrigues de Almeida, mais conhecido por Robinho, explica que a situação do município é crítica. "É calamidade, quem está mexendo com piscicultura naquela região está sofrendo", afirma. De Aparecida do Taboado sai 10% da produção estadual de pescado, mas a atividade está comprometida com a seca em córregos e rios.

Robinho ressalta que a seca é consequência da falta de chuva em outros estados, como São Paulo e Minas Gerais, que dão origem ao rio Paraná. "A seca é assustadora, eu que sou nascido e criado aqui vi quando o rio Paraná e seus afluentes começaram a formar o lago da barragem de Ilha Solteira, nunca nenhum morador da região viu o rio praticamente voltando ao normal".

Produção - O secretário de Governo e interino da Produção, Eduardo Riedel afirma que a situação do município está sendo monitorada. "Existem estágios gradativos de perda, temos que monitorar isso e chegar a um nível crítico de perda o Estado pode interferir para tentar ajudar os produtores de alguma forma".

Apesar disso, Riedel ainda lembra que quando se trata de condições climáticas, nem sempre é possível interferir. "Em clima e meio ambiente, temos poucas coisas a fazer, geralmente não depende de nós mudar a situação, o que podemos fazer e dar apoio para tentar minimizar as perdas".

Prevenção - Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) é importante pensar em reservatórios para a água e planejar o futuro. "A agência de abastecimento daqui tem que olhar para nossos reservatórios, por que a possibilidade de termos aqui uma grande estiagem não está descartada".

"Nós temos que nos preparar para o futuro, para que se vier ocorrera a gente não tenha surpresas negativas como se está tendo hoje em São Paulo, Minas Gerais, Espirito Santo, Rio de Janeiro e outros estados, por conta de uma falta de água que é um bem insubstituível na família".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)