Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/09/2008 19:58

Autópsia confirma morte de douradense: embolia pulmonar

Dourados agora

Informações do Itamaraty repassadas na tarde desta quarta-feira à família de Oscar Kodama, 28 anos, que residia no BNH 3º Plano em Dourados, confirmam a morte do douradense por embolia pulmonar. Oscar viajava rumo ao Japão onde havia sido contratado por uma empreiteira e morreu de forma misteriosa quando estava no aeroporto de Paris.
Ao Douradosagora, o irmão da Vítima, Gustavo Kodama, que reside no Paraná, disse que a família está revoltada com a falta de esclarecimentos acerca do caso. “Infelizmente ainda não temos a informação de quando teremos a liberação do corpo. O que mais nos incomoda é tentar saber por que uma pessoa que está tendo problema de embolia pulmonar precisou ser atendido pela polícia local, ao invés de ser encaminhado para atendimento médico. E quem de fato é o responsável por tudo isso, pois a empresa aérea ANA (All Nippon Airways) retirou ele do vôo, ao passar mal, e encaminhou Oscar para atendimento médico. Já no segundo dia, quando voltou a ter problemas, a mesma empresa acionou a polícia que o levou para interrogatório. Quando resolveram levá-lo para o Hospital já era tarde demais”, desabafa.
De acordo com a família o corpo deve ser sepultado em Dourados e as despesas do translado devem passar de R$ 20 mil. Segundo informações do Itamaraty, o Consulado Geral aguarda a autorização do Procurador da República para a liberação do corpo.
Oscar morreu no domingo, mas somente na terça-feira a família consegui informações acerca do caso. Conforme informações repassadas pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) à família, o douradense chegou a embarcar no vôo NH-206, da All Nippon Airways (ANA), por volta das 20h de sexta-feira, mas, enquanto a aeronave taxiava, começou passar mal. "O avião teria então retornado ao terminal, para que Oscar recebesse tratamento médico. Ele seria remanejado para outro vôo", conta Gustavo. A situação complicou porque ele voltou a passar mal no dia seguinte, o que causou estranheza aos atendentes. "Na França, a primeira providência foi acionar a Polícia. Ele foi levado para uma sala de interrogatório ao invés de ser levado para o hospital. Não sabemos por quanto tempo ficou lá, mas acreditamos que se tivesse recebido atendimento médico logo no início da crise, poderia estar vivo", relata.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)