Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/07/2015 13:00

Austrália declara guerra aos gatos e planeja matar mais de dois milhões até 2020

Portal R7

Mais de dois milhões de gatos selvagens, felino natural da Europa, África e Ásia, serão mortos na Austrália nos próximos cinco anos. Pelo menos este é o plano do governo do país para frear a ameaça dos bichos, que estão matando animais selvagens nativos do país e já deixaram mais de 120 espécies em risco de extinção, segundo informações do The Telegraph.

Declarando uma "guerra contra os gatos", o governo federal informou que planeja usar iscas de veneno para abater os animais e criou um aplicativo para alertar as autoridades sobre as áreas onde se concentram grandes quantidades dos bichinhos.

Os cientistas acreditam que os gatos selvagens foram responsáveis por 28 das 29 extinções de mamíferos nativos da Austrália dos últimos 200 anos. Comissário de espécies ameaçadas do país, Gregory Andrews comentou a ação em entrevista a uma rádio norte-americana.

— É muito importante enfatizar que nós não odiamos gatos. Nós simplesmente não podemos tolerar o dano que eles estão causando aos nossos animais selvagens. Mais de 120 espécies australianas estão em risco de extinção por conta dos gatos selvagens.

Acredita-se que existam cerca de 20 milhões de gatos espalhados pelos país. Os animais chegaram à região com os colonizadores europeus no final do século 18 e são da mesma espécie que os gatos domésticos, mas se tornaram selvagens com o tempo e se espalharam por todo o continente.

O ministro do Meio Ambiente australiano, Greg Hunt, disse que a "guerra contra os gatos" é necessária para evitar novas extinções.

O governo da Austrália também está pressionando por uma regulamentação mais rígida relacionada à posse dos gatos e por medidas de controle da população felina, como castração e microchips.

— Até 2020, vamos ter dois milhões de gatos selvagens abatidos, cinco novas ilhas e 10 metrópoles livres de gatos selvagens e com medidas de controle da população aplicadas em 10 milhões de hectares.

Alguns especialistas, como o ecólogo Damien Licari, acreditam que o governo deveria considerar exigir que os gatos domésticos sejam mantidos dentro de casa.

— Não há dúvida de que gatos selvagens e domésticos têm impacto sobre pequenos mamíferos e aves em áreas urbanas. Eu optei por não criar gatos e nos momentos em que eu tive, eles estiveram presos em casa. Eu aplaudo qualquer mudança nas leis que garanta que os animais fiquem dentro das casas das pessoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)