Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/12/2009 14:24

Aumento no padrão de chuvas precisa ser estudado

Agência Brasil/Mariana Jungmann

O aumento das chuvas em algumas regiões do país deve ser estudado para evitar novos blecautes como o do último dia 10 de novembro. Essa é a opinião do diretor de comercialização de energia de Furnas, Cezar Zani.

“A mudança climática está sendo muito discutida. Existem posicionamentos divergentes, mas o fato é que tem que ser investigado, tem que ser analisado. Acredito que realmente tem que se investigar essa questão de aumento de chuvas”, afirmou Zani ao sair de audiência pública nas comissões de Assuntos Econômicos e Serviços de Infraestrutura do Senado hoje (3).

De acordo com ele, caso seja detectado aumento dos índices pluviométricos, o próximo passo será rever o sistema de isolamento das torres de alta tensão. Os isoladores funcionam para não permitir que os cabos de alta tensão eletrifiquem toda a torre, além de evitar curtos-circuitos. Atualmente, a norma brasileira determina que esses equipamentos devem atuar dentro de um padrão de chuvas de até um milímetro por minuto. A norma também pode precisar ser revista, caso se confirme mudanças nos índices pluviométricos.

“Furnas já vem investigando soluções. Nós contratamos o Centro de Pesquisa de Energia Elétrica (Cepel) para investigar isso. Então estamos analisando distância de escoamento, a possibilidade de usar uma graxa de silicone ou um produto chamado RTV. Alguns [testes] foram bem sucedidos outros não”, afirmou o diretor de Furnas.

Até o momento, a melhor opção encontrada para evitar que as chuvas intensas diminuam a suportabilidade dos isoladores foi um equipamento conhecido como chapéu chinês. Ele atua como um guarda-chuva sobre o isolador, impedindo que a água escorra por ele formando uma película condutora de eletricidade.

“A gente torce que a experiência com o chapéu chinês seja bem sucedida, porque ele é de implementação fácil e rápida, além de ser barato”, explicou Zani. Segundo ele, estão sendo feitos testes no Cepel para ver o desempenho do equipamento antes de colocá-lo nas torres.

O diretor de Furnas também afirmou que não tem nenhum receio de que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) penalize a companhia pelo blecaute que deixou 18 estados sem energia. “Nenhum equipamento de Furnas falhou, tudo funcionou dentro das normas. Não há nenhum risco de a Aneel penalizar a empresa por alguma falha nos equipamentos”, concluiu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)