Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/09/2005 15:34

Aumento do patrimônio de deputado poderá ser fiscalizado

Agência Câmara

Tramita na Câmara o Projeto de Resolução 256/05, do deputado Luiz Antonio Fleury (PTB-SP), que cria um mecanismo de fiscalização permanente sobre a evolução do patrimônio dos deputados federais. O objetivo, segundo Fleury, é "coibir a compra e venda de votos".
Para isso, o projeto acrescenta dispositivos ao Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara e determina que, ao final do mandato e depois de entregar anualmente a sua declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física, cada deputado será obrigado a apresentar à Mesa Diretora um demonstrativo de variação patrimonial compatível com a sua renda. Quem não cumprir essas novas determinações poderá perder o mandato por quebra de decoro parlamentar.

Mudanças
Atualmente, o deputado apresenta as suas declarações de bens e de rendas à Câmara, mas não é obrigado a justificar a variação patrimonial. De acordo com o projeto, a Mesa Diretora poderá pedir ao Tribunal de Contas da União (TCU) que examine a compatibilidade entre a variação declarada e os rendimentos do parlamentar. "A mera entrega formal da declaração de renda não tem cumprido o propósito de frear o enriquecimento ilícito, como mostram as recentes investigações do Conselho de Ética e da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios", argumenta Fleury.

Tramitação
O projeto, que tramita em regime de urgência, está na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, onde foi apensado ao PRC 63/00, elaborado por uma comissão especial instalada na Câmara em 1999 para estudar diversas propostas que alteram o Regimento Interno da Casa. As proposições também precisam ser avaliadas pelo Plenário.

Reportagem - João Pitella Junior
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)