Cassilândia, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

Últimas Notícias

16/12/2004 05:04

Aumento do mínimo não deve prejudicar prefeituras de MS

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

O reajuste do salário mínimo, de R$ 260 para R$ 300, que começa a vigorar em maio de 2005, não deve prejudicar as contas das prefeituras de Mato Grosso do Sul. Segundo o presidente da Assomassul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Waldeli dos Santos Rosa, o assunto já foi tratado com os prefeitos. “Quanto ao salário não haverá problemas, já que o pagamento dos servidores é maior do que o mínimo”, diz. Rosa destaca que mesmo em prefeituras onde há prestadores de serviços ganhando um salário, o impacto será pequeno.
A grande preocupação, segundo ele, é com a correção linear em 10% da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. “O Imposto de Renda é responsável, junto com o IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados], pelo FPM [Fundo de Participação dos Municípios]. Qualquer redução nesse sentido seria complicada para os municípios”, explica.
Rosa informa que vai se reunir com os prefeitos para avaliar os impactos – tanto do aumento do mínimo quanto da correção do Imposto de Renda. Se houver redução no repasse para os municípios, o governo deverá apontar outras formas de compensação, aponta o presidente da Assomassul. Entre elas, Rosa destaca a redução das isenções de IPI, como no setor automobilístico.
O reajuste mínimo também não deve prejudicar as contas da prefeitura de Campo Grande. Segundo a assessoria de imprensa, o “impacto será reduzido, muito pequeno”, já que somente prestadores de serviços eventuais ganham o mínimo. Já o impacto da correção linear em 10% da tabela do Imposto de Renda deverá ser avaliado a partir de janeiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 26 de Junho de 2017
Domingo, 25 de Junho de 2017
15:50
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)