Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/11/2005 04:18

Aumenta para 28 os focos de febre aftosa no MS

Agrolink

O Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura informou nesta segunda-feira (28) que subiu para 28 o número de focos de febre aftosa no Mato Grosso do Sul. Entretanto, a doença mantém-se limitada à área de segurança estabelecida no Estado. Estão interditados os municípios de Eldorado, Japorã, Mundo Novo, Iguatemi e Itaquiraí.

Os três novos focos foram detectados em Mundo Novo, dos quais dois são pequenas propriedades de subsistência, vizinhas entre si - Chácara São Benedito (28 bovinos – 5 doentes) e Chácara Monte Castelo (10 bovinos – 1 doente). O terceiro foco foi confirmado na Fazenda NS, de exploração de gado, com 333 bovinos.

Desde o primeiro caso em Eldorado, os focos em Mato Grosso do Sul envolvem 16.062 bovinos. Até o momento, foram sacrificados 14.443 bovinos, 184 suínos e 158 pequenos ruminantes. Nas últimas semanas, a média diária de sacrifício foi de 600 animais. Além de Eldorado, a doença foi identificada em propriedades nos municípios de Japorã e Mundo Novo.

Com relação ao Paraná, o DSA informa que os casos sob investigação estão limitados a nove propriedades rurais e não foram observadas novas suspeitas da doença. “Até a presente dada, não foi possível o isolamento do agente viral a partir das amostras encaminhadas ao Laboratório Nacional de Apoio Agropecuário (Lanagro), localizado em Belém (PA)”, informou o DSA.

Os trabalhos de investigação continuam no Paraná, afirma o Departamento de Saúde Animal, incluído coleta de novas amostras de líquido esofágico-faríngeo e de amostra de soro sanguíneo.

Além de Amaporã, Loanda, Maringá e Grandes Rios, estão sendo investigadas propriedades localizadas nos municípios de Bela Vista do Paraíso e de São Sebastião da Amoeira. Apesar de não apresentarem animais com sinais clínicos, estas propriedades receberam bovinos oriundos de propriedade limítrofe a focos de febre aftosa em Eldorado (MS).


Assessoria de Imprensa

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)