Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/08/2004 11:00

Aumenta o percentual de presos trabalhando em MS

Marta Ferreira/Campo Grande News

David Majella

Luiz Carlos Telles visitou esta manhã o Campo Grande News.
Em pouco mais de três meses, o percentual de presos de Mato Grosso do Sul cresceu de 40% para 61%. O dado foi divulgado esta manhã pelo diretor-presidente da Agepen (Agência de Administração do Sistema Penitenciário), Luiz Carlos Telles. Conforme o dado apresentado por ele, em entrevista ao Campo Grande News, das 6 mil pessoas que cumprem pena em Mato Grosso do Sul, mais de 4 mil estão trabalhando. Esses detentos recebem por mês três quartos do salário mínimo, o equivalente a R$ 195,00. Além disso, a cada três dias trabalhados, descontam um dia na pena a cumprir. É a melhor forma de “ressocializar” o preso, afirma Telles.
O diretor da Agepen anunciou que nos próximos dias será fechado um acordo com uma confecção para ampliar o número de presos trabalhadores em Campo Grande. A previsão é que sejam instaladas máquinas no presídio feminino da capital e no presídio de Segurança Máxima. Em cada local, conforme Telles, a previsão é que 40 internos sejam ocupados com o trabalho.
O diretor da Agepen anunciou a meta de que os próprios presos confeccionem os seus uniformes. Hoje, só os 270 detentos do presídio de Trânsito, em Campo Grande, estão uniformizados.
Telles afirma que garantir ocupação à maior parte dos detentos é a principal meta da Agepen. Segundo ele, com os presos trabalhando, diminui o índice de violência nos presídios e a sociedade também ganha, porque a ocupação funciona como uma espécie de “remédio” ressocializador. As empresas parceiras, avaliou, só têm vantagens: conseguem uma mão de obra mais em conta, obtêm descontos em tributos e não pagam encargos sociais.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)