Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/08/2011 10:50

Ator de MS vence prêmio em festival de Teatro no RJ

Campo Grande News/Marta Ferreira

Mais conhecido do público local como a personagem Maria Quitéria, o sul-mato-grossense Arce Correa foi premiado, ontem à noite, em sua versão original, como o melhor ator do 18º Festival de Teatro do Rio de Janeiro.

A premiação foi pelo espetáculo solo “Apareceu a Margarida”, produzido pelo Teatral Grupo de Risco, de Campo Grande, do qual Arce faz parte há 10 anos. Hoje, ele está morando em São Paulo.

O festival também concedeu um prêmio especial ao dramaturgo Roberto Athayde, autor da peça. O texto é um sucesso da década 1970, já encenado por atores como Marília Pera, e com montagem em diversos países. A direção é do baiano João Lima.

A montagem, apresentada primeiro em Campo Grande, foi ideia de Arce, que é nascido em Camapuã. Bailarino, ator, diretor e figura carimbada em boates, festas particulares e outros eventos públicos, ele assistiu a peça pela primeira vez aqui e foi nela que apareceu pela primeira vez nos palcos de teatro atuando sozinho, com a professora Margarida.

A personagem é traduzida como uma professora que começa muito docemente a dar uma aula de biologia e, no decorrer do percurso, altera seu comportamento abruptamente, “indo da doçura maternal, sedução e lascívia ao ápice da crueldade e violência psicológica. Torna-se uma ditadora e opressora e, por fim, acaba por se estabelecer como o poder supremo e inquestionável diante dos alunos. Fica óbvia a referencia ao período da ditadura militar, em que a peça foi escrita.

O espetáculo estreou em Campo Grande. Depois, foi para o interior e ganhou oustros estados. Seguiu para Brasília e foi parar entre os apresentados no Festival de Teatro do Rio de Janeiro.

A apresentação foi no dia 13 de agosto e ontem ocorreu a premiação, anunciada pela criatura Maria Quitéria em sua página no Facebook, com uma homenagem ao seu criador.

O festival-O Festival de Teatro do Rio, promovido pelo Centro Cultural Veiga de Almeida, homenageou este ano o ator Pedro Paulo Rangel, que com 43 anos de carreira e passagens em diversas novelas, séries, filmes e espetáculos, acumula prêmios importantes em sua história profissional.

O evento é o mais antigo e ininterrupto festival de teatro realizado na capital fluminense, com a tradição de premiar novos grupos e atores de todo o País. As montagens são avaliadas por um júri oficial e pelo voto popular.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)