Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/12/2013 11:19

Ator campo-grandense estreia com papel de destaque em novela de Manoel Carlos

Paula Maciulevicius, Campo Grande News
Nando Rodrigues será o Virgílio na novela Em Família, que estreia em fevereiro, na Globo. (Foto: João Miguel Júnior / Rede Globo)Nando Rodrigues será o Virgílio na novela "Em Família", que estreia em fevereiro, na Globo. (Foto: João Miguel Júnior / Rede Globo)

 

O nome de nascimento é Fernando Pinheiro Bastos, mas de batismo na teledramaturgia é Nando Rodrigues. Aos 29 anos, o campo-grandense estreia um papel de destaque em horário nobre na novela de Manoel Carlos, “Em Família”, fazendo par com a protagonista Helena.

As gravações começaram em setembro e seguem a todo vapor. Nando vive no Rio de Janeiro há 15 anos e agora está na rotina de levantar às 5h da manhã. No estúdio o batente é puxado, das 7h às 19h.

Com estreia agendada para o dia 3 de fevereiro, ele conversou com o Lado B por telefone. O sotaque já é carioca e o carisma é sentido na voz. Simpático, humilde e atencioso, Nando e Virgílio cruzam o mesmo caminho na personalidade.

O personagem será vivido pelo ator na segunda fase da novela, aos 23 anos. Posteriormente, Nando dará lugar a Humberto Martins. “O Virgílio vive uma história de triângulo amoroso com Larte e Helena. A história gira em torno dela, prima do Larte, que sente um amor velado por Virgílio”, conta.

Na fase adulta, ao lado de Humberto Martins, protagonizam o trio, Júlia Lemmertz e Gabriel Braga Nunes. No enredo, o jovem Virgílio é filho da empregada e cresceu com os dois. Por ser poucos anos mais velho, se sente o protetor do trio.

“Ele é um domador de cavalo e artesão, meigo e querido, que trata todo mundo bem e isso desperta a admiração na Helena”, fala.

O papel veio como presente ao ator sul-mato-grossense. Nando já estava no elenco, mas para dar vida a outro personagem. Na leitura dos textos, o escritor Manoel Carlos sugeriu a Jayme Monjardim que direcionasse o papel de Virgílio a Nando. Em princípio era apenas para que ele lesse, mas tamanha identificação, que em seguida Nando passou por um teste.

Durante seis horas ele contracenou com os personagens e revezou o papel com outro ator. “Quando li me identifiquei muito. Ele tem domínio do universo rural, foi criado com a mãe e irmã. Me identificou não só por parecer comigo, mas porque o personagem tem alma boa”, ressalta.

O rosto de Nando já apareceu em outras novelas. No SBT foi protagonista da novela “Vende-se um véu de noiva”. Na Globo, apareceu em 2011 em episódios de Malhação e em Aquele Beijo, em 2012.

Nando destaca o elenco incrível que compõem a novela e o principal, a chegada de calouros à televisão. “O Jaime está dando oportunidade para novos talentos, tem muita galera nova de teatro e isso está sendo incrível. São poucos os diretores que apostam nas novas caras”, enfatiza.

O peso da responsabilidade do papel já está sendo sentido pelo ator. “Ser protagonista é o lugar mais legal onde se chega antes do cinema e o fato de ter alcançado isso é muito bacana”, diz. A novela nem estreou, mas os convites estão chegando para novos trabalhos.

A primeira vez nos palcos foi em Campo Grande, em apresentações de teatro do Colégio Oswaldo Tognini, aos 14 anos, com a professora Andrea Freire. “Eu era judoca e um dos meus melhores amigos fazia teatro. Na falta do treinador, fui à aula dele. Enquanto assistia, a professora convidou para eu fazer um exercício de improviso e foi amor à primeira vista”, recorda.

Na hora de escolher a carreira, hesitou em contar ao pai que queria fazer teatro e foi morar no Rio de Janeiro para cursar Hotelaria. “Não tinha coragem de contar para o meu pai o que eu queria. Fiz Hotelaria um ano e meio até que contei e comecei Artes Cênicas”. O curso foi feito na escola mais renomada do Rio, Casa das Artes de Laranjeiras.

Depois de 15 anos batalhando em terras cariocas, ele fala que quer chegar às telonas. Paralelo a novela, a estreia no cinema será em março, no longa-metragem “Olhar de Nise”, dos diretores Jorge Oliveira e Pedro Zoca, onde Nando interpreta o dramaturgo francês Antonin Artaud, paciente da psiquiatra Nise da Silveira, que sofre de Esquizofrenia.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)