Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

02/12/2003 05:01

Atendimento por 0300 é rejeitado em comissão

Agência Câmara

As empresas fornecedoras de bens e serviços poderão ser proibidas de cobrar pela utilização de atendimento ao público. O PL 7140/02, do deputado Lincoln Portela (PDL-MG), que altera o Código de Defesa do Consumidor, garantindo o acesso gratuito dos consumidores a esses serviços, foi aprovado pela Comissão de Economia, Indústria e Comércio.
Pelo projeto, as prestadoras de serviços telefônicos não poderão comercializar códigos, como o 0300, para fornecedoras de bens e serviços.
O autor da proposta apresenta dados da Agência Nacional de Telecomunicações que mostram um crescimento nas solicitações das prestadoras de serviço pelo códigos 0300, substituindo os 0800, gratuitos aos usuários. O relator na Comissão, deputado Alex Canziani (PTB-PR), que apresentou parecer pela aprovação do projeto, entende que os custos devem ser de responsabilidade de quem vendeu e não de quem adquiriu o produto.
No parecer do relator, aprovado pela Comissão, também foram incluídos os seguintes projetos apensados: PL 518/03; PL 743/03; PL 1838/03 e PL 2038/03.

O projeto de lei segue para apreciação das Comissões de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias e CCJR.



Reportagem - Mauren Rojahn
Edição – Ana Felícia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Setembro de 2020
Quinta, 24 de Setembro de 2020
14:18
Luto
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)