Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/04/2007 14:38

Atendidos por ação social vão trabalhar para o governo

Humberto Marques e Sandra Luz - Campo Grande News

O governo do Estado previu mais uma mudança no novo programa social a ser instituído a partir de janeiro de 2008 – caso não haja ajuda do governo federal para atender as famílias carentes do Estado. Segundo o governador André Puccinelli (PMDB), as famílias contempladas terão de trabalhar oito horas mensais para a administração estadual.

Puccinelli informou que uma equipe da Setass (Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária) avalia a forma com a qual as famílias atendidas ofereceriam o retorno – ou seja, o trabalho a ser exigido dos beneficiários. Também não foi definido o valor a ser pago.

O governador repassou às prefeituras a responsabilidade pelo cadastramento das famílias e fiscalização no recebimento do benefício. Segundo ele, as famílias estão sendo recadastradas para, a partir de 1º de janeiro de 2008, os programas retornarem “dessa vez com a participação dos municípios”.

Nesta segunda-feira (9 de abril), durante assinatura de convênios na área habitacional com 29 prefeitos, Puccinelli apresentou um breve esboço do projeto elaborado pela administração estadual para a área social. O cadastro de famílias atendidas seria feito a partir da base de dados do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas), com a constituição de duas faixas de benefício, ainda a serem definidas pelo governo.

Puccinelli ainda não desistiu de unificar as ações sociais do Estado com o Bolsa Família, do governo federal. Porém, ainda aguarda resposta do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para tomar a medida. Caso venha a ser concretizada, a intenção do governador é atender 108 mil famílias, com o valor dos benefícios sendo fixado entre R$ 100 e R$ 120 – contra valores que vão de R$ 15 a R$ 95 no programa federal.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)