Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/04/2013 19:11

Associação contesta exames holandeses após embargo de carne por bactéria

Mariana Branco*, Agência Brasil

Brasília - A Associação Brasileira dos Exportadores de Carne (Abiec) contestou, em nota, a validade dos exames holandeses que ocasionaram o bloqueio de duas cargas de carne brasileira no Porto de Roterdam, na Holanda após exames detectarem a presença da bactéria Escherichia coli. A Abiec informa que as cargas interceptadas não serão necessariamente devolvidas e passarão por análises mais aprofundadas na Holanda.

A nota da Abiec informou que a Holanda mudou sua metodologia e ampliou o escopo das análises relativas à Escherichia coli após um grave surto ocorrido na Europa no ano passado, em que mortes e problemas de saúde foram registrados pelo consumo de verduras contaminadas pela bactéria. A associação contesta a validade dos exames holandeses e diz que a nova metodologia "não é harmonizada entre os países da União [Europeia] e não tem bases científicas sólidas".

O bloqueio foi notificado no Sistema de Alerta Rápido para Alimentos da União Europeia (Rasff). Segundo as autoridades holandesa, as variantes da Escherichia coli encontradas não são altamente patogênicas, mas obrigam a interditar a comercialização dos carregamentos, que somam 35 toneladas. Anteriormente, dois outros carregamentos do Brasil haviam sido interceptados, em 19 de fevereiro e 10 de abril deste ano pela presença da mesma bactéria.

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que não foi oficialmente informado do bloqueio, e que só se manifestará após ser formalmente comunicado.

* Com informações da Agência Lusa

Edição: Fábio Massalli

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)