Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

26/04/2013 19:11

Associação contesta exames holandeses após embargo de carne por bactéria

Mariana Branco*, Agência Brasil

Brasília - A Associação Brasileira dos Exportadores de Carne (Abiec) contestou, em nota, a validade dos exames holandeses que ocasionaram o bloqueio de duas cargas de carne brasileira no Porto de Roterdam, na Holanda após exames detectarem a presença da bactéria Escherichia coli. A Abiec informa que as cargas interceptadas não serão necessariamente devolvidas e passarão por análises mais aprofundadas na Holanda.

A nota da Abiec informou que a Holanda mudou sua metodologia e ampliou o escopo das análises relativas à Escherichia coli após um grave surto ocorrido na Europa no ano passado, em que mortes e problemas de saúde foram registrados pelo consumo de verduras contaminadas pela bactéria. A associação contesta a validade dos exames holandeses e diz que a nova metodologia "não é harmonizada entre os países da União [Europeia] e não tem bases científicas sólidas".

O bloqueio foi notificado no Sistema de Alerta Rápido para Alimentos da União Europeia (Rasff). Segundo as autoridades holandesa, as variantes da Escherichia coli encontradas não são altamente patogênicas, mas obrigam a interditar a comercialização dos carregamentos, que somam 35 toneladas. Anteriormente, dois outros carregamentos do Brasil haviam sido interceptados, em 19 de fevereiro e 10 de abril deste ano pela presença da mesma bactéria.

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que não foi oficialmente informado do bloqueio, e que só se manifestará após ser formalmente comunicado.

* Com informações da Agência Lusa

Edição: Fábio Massalli

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)