Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/05/2006 15:30

Assembléia tem até amanhã para votar o novo Refis


O projeto-de-lei que concede nova anistia de juros e multas para débitos de contribuintes inscritos na Dívida Ativa do Estado deve ser votado até amanhã, dia 31 de maio. Na semana passada os deputados estaduais Paulo Corrêa (PL), Jerson Domingos (PMDB) e Humberto Teixeira (PDT) apresentaram projeto que reedita a forma excepcional de pagamento de créditos tributários vencidos, chamado de Refis estadual. No ano passado, a Assembléia Legislativa criou o Refis para débitos inscritos na dívida ativa até 31 de dezembro de 2003. O novo projeto contempla dívidas inscritas até 31 de dezembro do ano passado.

Segundo a nova proposta, os créditos relativos ao Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), correspondentes ao período de 1º de janeiro de 2004 a 31 de dezembro de 2005, poderão ser pagos em parcela única sem multa e os juros de mora, que ficam remitidos. O devedor terá a opção de parcelá-lo em três vezes, com redução de 90% dos juros e multa incidentes até a data do pagamento da primeira prestação.

No caso do pagamento ser feito em seis vezes, o desconto será de 80%. No caso de nove prestações, a remissão será de 70%. O máximo de parcelas permitido é de 18, com desconto de 50%. Pelo projeto, os efeitos da Lei 3.045/05 passam a vigorar para quem realizar o pagamento dos débitos inscritos na Dívida Ativa até 31 de outubro deste ano. Os créditos tributários não constituídos devem ser confessados, de forma irretratável e irrevogável, até a mesma data.

No ano passado, o Refis foi aprovado em julho e depois prorrogado por mais 60 dias. A proposta foi de iniciativa do Poder Legislativo com o objetivo de ajudar o governo estadual, que enfrenta dificuldades financeiras em decorrência da crise na agricultura, dos focos de febre aftosa, dos efeitos da gripe aviária e da queda na arrecadação. Segundo o governador Zeca do PT, o déficit acumulado do Estado é de R$ 285 milhões.

O estoque atual da Dívida Ativa de Mato Grosso do Sul soma R$ 1,5 bilhão, mas desse volume o Estado pode receber, no máximo, 20%. O valor da Dívida Ativa ainda é maior do que o volume apurado no final de 1994, antes do programa de parcelamento e redução dos encargos, de R$ 1,330 milhão, em função da atualização monetária, segundo o procurador do Estado Denis Castilho, chefe do Setor de Dívida Ativa da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), baseado em levantamento feito no início do mês passado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)