Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/02/2005 15:31

Assembléia deverá instalar CPI da desnutrição indígena

Aquidauana News

Após discurso em defesa da criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar as causas do elevado índice de desnutrição e mortalidade indígena nas aldeias de Mato Grosso do Sul, o deputado estadual Maurício Picarelli (PTB) conseguiu mais 14 assinaturas a favor do pleito, subindo para 22 o número de parlamentares que apóiam a medida. Agora, conforme Picarelli, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Londres Machado (PL), deve analisar se tem fato concreto e, caso exista, em 24 horas deve publicar a criação da CPI no Diário Oficial do Estado e, após isso, na sessão seguinte à publicação, são indicados os cinco membros pelas bancadas dos partidos.

Segundo Picarelli, a presidência da CPI deve ficar com ele, sendo que após a instalação a comissão terá 90 dias para concluir os trabalhos, podendo o prazo ser prorrogado por mais 30 dias. Ele disse ainda que pretende convocar índios, governo do Estado, além de outras pessoas envolvidas, como Funai (Fundação Nacional do Índio) e Funasa (Fundação Nacional de Saúde) para saber se está sendo realizada a correta utilização de verbas destinadas pelos governos federal e estadual para combater os problemas de desnutrição.

O líder do governo do Estado na Assembléia Legislativa, deputado estadual Pedro Kemp (PT), também é favorável à criação da CPI. Ele disse que essa será uma oportunidade de aprofundar os conhecimentos sobre os projetos sociais e sobre os trabalhos feito pelo governo federal e pelo governo do Estado em benefício dos indígenas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)