Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

24/10/2007 13:40

Assembléia deverá engavetar investigação de Cosip

Graciliano Rocha - Campo Grande News

A Assembléia Legislativa não deverá investigar eventuais irregularidades na Cosip, a contribuição sobre a iluminação pública. A CPI da Enersul terminou sem explicar se há irregularidades na cobrança. Há suspeitas de que alguns prefeitos arrecadem com a contribuição mais do que gastam com iluminação – o que é ilegal. O relator da CPI da Enersul, Marcos Trad (PMDB), sugeriu a criação da nova comissão, , mas a maioria dos deputados é contra por entender que o problema é das câmaras de vereadores.

Colega de Trad no PMDB, o líder do governo, Youssif Domingos, não poupa a proposta. “Abrir aqui uma CPI para investigar Cosip dos municípios é a mesma coisa que abrir uma CPI para investigar o IPTU”.

“A Cosip tem de ser investigada, mas se a Assembléia criar essa CPI vai usurpar o papel das câmaras de vereadores, sou contra”, disse o deputado Paulo Duarte (PT).

O líder do PSDB, Reinaldo Azambuja, afirma que a proposta é inconstitucional. “A Assembléia não legitimidade para isso”, disse.

Paulo Corrêa (PR) diz que é necessário que o relatório da CPI da Enersul, que ele presidiu, surta resultados. “É preciso dar encaminhamento ao que foi feito na CPI da Enersul, depois disso sou a favor de conversar primeiro com os prefeitos”, diz o deputado.

Onevan de Matos, do PDT, tem uma opinião curiosa. Diz que apoiaria a criação de uma CPI para a Cosip mesmo sem acreditar que ela tenha algum resultado. “Apóio tudo quanto é CPI para investigar, mas não acredito que funcione, o resultado da outra [da Enersul] foi pífio”, disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Outubro de 2017
09:00
Cultura
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)