Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/10/2013 14:18

Assembleia aprova projeto que obriga hospitais a divulgar os médicos de plantão

Campo Grande News

Os deputados aprovaram hoje em primeira votação o projeto que obriga os hospitais e unidades de saúde a fixar em local visível a lista de médicos que estão de plantão no dia. A proposta ainda estende esta divulgação ao nome do chefe de plantão, caso algum paciente resolva reclamar de algo na unidade de saúde.

“Além de dar mais transparência às unidades, poderemos saber se os médicos realmente estão cumprindo com sua carga horária e ainda dispor do nome do chefe (plantão) para resolver qualquer eventualidade”, destacou o deputado Amarildo Cruz (PT), autor do projeto.

Proposta - Amarildo ponderou que este projeto surgiu após as inúmeras visitas e reuniões da CPI da Saúde por todo Estado, onde sempre foi apresentado este problema. “Em todas as cidades por onde passamos existe a reclamação que os médicos de plantão não cumprem horário e a população não sabe quem está escalado para aquele dia”, indicou.

O parlamentar ressaltou que não é preciso esperar o relatório final da CPI para buscar uma solução a este problema. “Sabemos que existe a questão da remuneração que é baixa no setor público, porém se o médico está escalado precisa trabalhar, com este projeto iremos saber quem cumpre ou não a carga horária”.

O deputado destacou que não há motivos para a classe médica reclamar da proposta, já que não há intenção de prejudicar ninguém. “Queremos apenas saber a rotina dos médicos e se estão cumprindo com a obrigação, o projeto é a favor da população”, avaliou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)