Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/08/2014 13:46

Assassino de avó e neta ficará isolado em cela do Presídio de Segurança Máxima

Campo Grande News

Para garantir a integridade física de Eder Pexier, 20 anos, que matou a facadas na última quarta-feira (13) um mulher de 58 anos e a neta, uma criança de 4, o sistema carcerário vai mante-lo por tempo indeterminado em uma cela separada na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande. Conforme a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), em alguns casos o preso é isolado de outros detentos para evitar manifestações violentas. Essa medida é adotada especialmente em casos de estupro ou crimes brutais que chocam a sociedade e também revoltam detentos.

A assessoria de imprensa da Agepen não informou o tempo que Eder ficará isolado e afirmou que o período varia de acordo com cada caso.

Eder matou Maria Dolores Vaz Seguro e a neta, Carolina Crispin Seguro, com 36 facadas por causa de uma dívida com drogas que envolvia o filho de Maria, também pai da menina, Denis Aparecido Vaz Seguro, 27 anos.

Crime- Na noite de quarta-feira (13), Eder foi até à casa das vítimas para, segundo ele, cobrar uma dívida de R$ 800,00. Ele disse à polícia que comprou droga para Denis, mas ele não pagou a dívida. Ao chegar na residência estavam apenas avó e neta que foram mortas brutalmente.

Eder foi preso horas depois do crime. Segundo a polícia, ele estava escondido nos fundos de uma residência na rua Severino Gomes da Silva, no bairro Jardim Progresso. Questionado pelo fato de ter matado a criança, ele disse à polícia que “o cão atenta”, referindo-se ao diabo.

No dia do crime, Denis chegou em casa por volta das 18 horas e foi surpreendido pelo criminoso que saia da residência sujo de sangue. Denis disse que Eder tentou agredi-lo e os dois começaram uma luta corporal. Eder fugiu e Denis entrou na residência onde encontrou sua mãe e sua filha ensaguentadas. Denis ainda tentou salvar a menina, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Logo que soube da prisão de Eder, Denis e alguns familiares tentaram invadir a delegacia e foram detidos por policiais. Eder foi autuado em flagrante pelo crime de duplo homicídio qualificado. Ele será encaminhado para o presídio local, onde ficará a disposição da Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)