Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/08/2014 13:46

Assassino de avó e neta ficará isolado em cela do Presídio de Segurança Máxima

Campo Grande News

Para garantir a integridade física de Eder Pexier, 20 anos, que matou a facadas na última quarta-feira (13) um mulher de 58 anos e a neta, uma criança de 4, o sistema carcerário vai mante-lo por tempo indeterminado em uma cela separada na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande. Conforme a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), em alguns casos o preso é isolado de outros detentos para evitar manifestações violentas. Essa medida é adotada especialmente em casos de estupro ou crimes brutais que chocam a sociedade e também revoltam detentos.

A assessoria de imprensa da Agepen não informou o tempo que Eder ficará isolado e afirmou que o período varia de acordo com cada caso.

Eder matou Maria Dolores Vaz Seguro e a neta, Carolina Crispin Seguro, com 36 facadas por causa de uma dívida com drogas que envolvia o filho de Maria, também pai da menina, Denis Aparecido Vaz Seguro, 27 anos.

Crime- Na noite de quarta-feira (13), Eder foi até à casa das vítimas para, segundo ele, cobrar uma dívida de R$ 800,00. Ele disse à polícia que comprou droga para Denis, mas ele não pagou a dívida. Ao chegar na residência estavam apenas avó e neta que foram mortas brutalmente.

Eder foi preso horas depois do crime. Segundo a polícia, ele estava escondido nos fundos de uma residência na rua Severino Gomes da Silva, no bairro Jardim Progresso. Questionado pelo fato de ter matado a criança, ele disse à polícia que “o cão atenta”, referindo-se ao diabo.

No dia do crime, Denis chegou em casa por volta das 18 horas e foi surpreendido pelo criminoso que saia da residência sujo de sangue. Denis disse que Eder tentou agredi-lo e os dois começaram uma luta corporal. Eder fugiu e Denis entrou na residência onde encontrou sua mãe e sua filha ensaguentadas. Denis ainda tentou salvar a menina, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Logo que soube da prisão de Eder, Denis e alguns familiares tentaram invadir a delegacia e foram detidos por policiais. Eder foi autuado em flagrante pelo crime de duplo homicídio qualificado. Ele será encaminhado para o presídio local, onde ficará a disposição da Justiça.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)