Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/10/2009 11:20

Artigo: Receita para se criar um delinquente

Cristina Veras*

É isso mesmo!! Existe uma receita básica e muito fácil para se criar um delinqüente. Não querendo desvaler seu susto, mas, posso afirmar que muitos dos ingredientes para esta não muito saborosa receita, podem ser facilmente encontrados em muitos lares, até mesmo no seu!



Ingrediente 1- Nunca ouça o que uma criança tem a dizer. Sempre que possível, diga a ela para que se cale de forma bem grotesca, afirmando que criança não sabe e nada. Isto estimulará a violência verbal ou mesmo a falta de diálogo!



Ingrediente 2 – Deixe sua criança sozinha o máximo de tempo que puder, seja dia ou noite. Isso facilitará o despertamento nela de que não precisa de ninguém e que pode se virar sozinha.



Ingrediente 3 – Nunca vá as reuniões na escola. Isso inclui não assistir também a qualquer apresentação ou nem dar bola quando a criança vier toda gloriosa contar suas conquistas ou lhe mostrar um simples desenho. Isto deixará bem claro para esta criança que tudo que ela faz não tem importância nenhuma para as pessoas mais próximas, então, nada que fizer na vida será importante.



Ingrediente 4 – Não beije seu filho menino, nem abrace. Diga-lhe sempre que homem não pode chorar e que tem que ser macho. Isto criará nele a defesa de que carinho não é coisa pra homem e que deve sempre se mostrar carrancudo e indiferente, facilitando também, a criação de uma mentalidade violenta, apática, sem escrúpulos.



Ingrediente 5 – Nunca deixe a criança brincar a vontade e também não lhe ensine o valor dos limites tão impostos durante a vida. Isto ajudará na formação de um indivíduo infeliz e sem consciência de respeito pelas pessoas.



Ingrediente 6 – Quando houver a separação de um casal, trate os filhos como um móvel velho, fazendo aquele famoso jogo de empurra. Ou ainda, quando houver a decisão de tutela dos mesmos, aquele que ficar com as crianças, faça tudo o que puder para denegrir a imagem do outro, afastando os filhos do mesmo, ainda que estes filhos o amem e o queira perto. Isto vai colaborar para que a criança cresça com uma dose perigosa de revolta aparentemente sem causa, mas que irá com certeza se refletir em atos de vandalismo e violência.



Ingrediente 7 – Tudo que a criança pedir, responda um não bem sonoro, sem maiores explicações ou diga a ela de maneira torpe que ela nunca terá aquilo por “N” motivos. Ou ainda, faça o inverso: Dê tudo o que ela pedir e quiser sem que faça nenhum esforço para merecer tal agrado. N a primeira hipótese, a criança crescerá com um imenso porque dentro de si, tentando entender qual o motivo que se deve o fato de não poder ter nada. Incentivado pela inveja e revolta, virá a ser um assaltante, furtante e etc. N a segunda opção, a criança crescerá com a impressão que pode ter tudo o que quizer e sempre terá alguém para lhe dar tudo, incentivando-o a não trabalhar, por exemplo.



Ingrediente 8 – Sempre que a criança disser um palavrão, se der bem numa briga ou aparecer com qualquer objeto que antes não lhe pertencia, não dê bola ou mostre entusiasmo, achando atos como estes, uma vitória! Isso acarretará na criação e uma pessoa totalmente sem limites e sem amor pelo próximo e ainda, é mais um forte ingrediente para um futuro agressor e etc.



Bem, se você preferir um resultado mais saboroso para esta receita, é só inverter todos os ingredientes e terá com certeza além de um resultado diferente, a sociedade vai sofrear menos e as famílias serão melhor instituídas. É claro que existem outros fatores para a justificativa dos altos índices de crimes e violência no mundo, mas, a intensão aqui é de apenas despertar pais, tutores, professores e outros responsáveis pela educação e formação de caráter do ser humano que, a responsabilidade pela diminuição desses índices, é de cada um de nós!



Obs.: Estas conclusões foram tiradas apartir da constante observação dos relatos de psicólogos, matérias televisivas, radiofônicas e escritas na imprensa brasileira.



Cristina Veras – redatora provisionada

icveras@hotmail.com



O Cassilandianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)