Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/02/2011 06:12

Artigo: Porque um Fenômeno?

Andressa Rufino *

Dia 14 de fevereiro de 2011, segunda-feira, 13h da tarde. Iniciou-se uma coletiva de imprensa no Centro de Treinamento do Sport Club Corinthians Paulista, quando o atacante Ronaldo, o “Fenômeno”, anunciou oficialmente sua aposentadoria.

Poucas horas depois do pronunciamento – aliás, minutos ou até segundos depois – diversos comentários e textos rondaram por todos os cantos. A história vitoriosa do jogador nos gramados, as cirurgias, os títulos, artigos de comentaristas e jornalistas sobre a importância desse atleta para o futebol nacional e mundial, mensagens de fãs tristes e, principalmente, agradecidos se dissiparam na mídia impressa, televisiva e virtual. Como sempre, existem alguns “já vai tarde”. Mas os pouquíssimos comentários negativos sobre essa notícia se perdem em meio ao mar de elogios e reconhecimento pelo legado desse atleta.

Poucos jogadores deixam esse tipo de marca. São atletas que você não vê time, não vê patrocinador. São exemplos, um modelo para a sociedade, em qualquer país ou época. A superação nos momentos difíceis vinda de extrema determinação para fazer o que ele mais gostava, jogar bola, surpreendeu muitos, amantes ou não do futebol. Inclusive quando assumiu que estava na hora de parar, mostrou que a atitude, por mais difícil que seja e mesmo quando o momento não parece ideal, deve ser tomada.

Não é só esporte, é a vida, com seus percalços e suas recompensas. Histórias como essa se tornam um incentivo para pessoas de todas as idades. Com isso, a imagem de Ronaldo não mostra apenas a credibilidade de um atleta vitorioso. Ela emociona, tem apelo extracampo.

A “marca” Ronaldo ganhou um valor intangível. E nessa equação rara, todos saem ganhando: jogador, time, patrocinador, torcedor, entre muitos outros. Nenhum salário ou cachê milionário pode pagar isso. “Fenômeno” não por acaso.

Citando outro ídolo nacional, Ayrton Senna: \"No que diz respeito ao desempenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem-feita ou não faz.” Ronaldo fez e muitíssimo bem. E fazendo coro: Parabéns e Obrigado.



* Andressa Rufino é consultora da Trevisan Gestão do Esporte e autora do livro “Arena Multiuso: um novo campo nos negócios”.

E-mail: andressa. rufino@trevisan.edu.br.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)