Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/02/2010 07:15

Artigo: Pensar no papel do indivíduo na sociedade

*Luiz Carlos Pereira de Souza e Nelson Valente

A partir da desordem do mundo contemporâneo, onde se percebem problemas de desigualdades sociais e econômicas, destruição ambiental, desrespeito aos princípios da vida,como liberdade e igualdade, corrupção na política, conflitos étnicos, religiosos e de gênero,por exemplo, evidencia-se a necessidade de superação dessa realidade por meio da reflexão ético-política, que se propõe a pensar sobre a pluralidade, buscando critérios para julgar e analisar as ações humanas, fundamentada nos princípios de igualdade, liberdade, diferença,responsabilidade, solidariedade. Toda a construção de significados, oportunizada pela

Filosofia, tem como objetivo a efetivação da liberdade na relação inter-subjetiva,possibilitando ao homem a edificação de um outro projeto para a vida em comum, que vá além do mais puramente imediato, como a satisfação ou interesse puramente pessoal.

Perspectiva oportunizada é a do indivíduo reconhecer a necessidade de afastamento de uma vida isolada, solipsista, buscando sua construção de humanidade-cidadania, a partir de relações significativas com os outros de maneira dialógica. Essa construção, inter-humana,

dá-se no momento em que o homem busca a compreensão do outro, a partir de uma relação de alteridade em que o eu só cria sua identidade em função da percepção da diferença, na qual o mesmo acolhe o outro através da comunidade discursiva.

Nesse contexto, a Filosofia tem como objetivo central, a partir de seus fundamentos ético-políticos de respeito ao outro de maneira dialógica, construir uma sociedade democrática, em que o indivíduo, enquanto cidadão participativo, seja reconhecido.Pode-se apontar como um dos maiores desafios da Filosofia para a presente época de início de um novo século a construção de relações harmoniosas entre os homens, inicialmente como reflexão e, posteriormente, como ação, possibilitando o enfrentamento de problemas sociais, políticos, econômicos e culturais. Percebendo a desigualdade e a injustiça do mundo contemporâneo, de relações globalizadas que visam, prioritariamente, ao lucro, é necessário pensar no papel do conhecimento filosófico frente a essa situação, como inspiradora da busca de sentido para a humanidade, distanciando-se da formação técnica do homem contemporâneo, que se compreende somente pelo seu desempenho econômico de produção, eficiência e capacidade reprodutora. A intenção central que se descortina é pensar no papel do indivíduo frente a sua comunidade, revelando a necessidade da responsabilidade de cada um frente ao todo, possibilitando relações solidárias com o outro homem, com a terra e com a sociedade.

A produção do conhecimento é uma missão da universidade e, ao lado da pesquisa,fundamentada na possibilidade de maior longevidade e de melhores condições de vida, a partir de uma postura ética voltada para a defesa do papel do cidadão. Tendo em vista a atual lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) no seu Artigo 36, Parágrafo 1º, Inciso III, que determina que o “educando ao final do Ensino Médio tenha o domínio dos conceitos/conteúdos de Filosofia e Sociologia necessários ao exercício da cidadania”, considera-se que a Filosofia é a forma de conhecimento capaz de despertar no educando o sentido da cidadania, não só no espaço escolar, mas no espaço social, atuando em instituições de cunho político, social e cultural.

O processo escolar de socialização é uma das propostas da LDBEN e a Filosofia inserisse nesta concepção, pelo fato de que seus conhecimentos têm como objetivo despertar nos jovens educandos atitudes de tolerância, participação ativa como sujeito e agente de transformação social e política. Nesse sentido, o Curso de Licenciatura em Filosofia do Centro Universitário Ítalo Brasileiro - UniÍtalo – ,baseado em seus fundamentos norteadores: ético-políticos, epistemológicos e didático pedagógicos caracteriza-se por preocupar-se com a formação geral e específica do acadêmico dentro de uma dinâmica, sempre atualizada, articulando os diversos saberes, tanto dentro da academia, entre acadêmicos e docentes ligados à instituição e a sua responsabilidade com a sociedade, num trânsito entre o ensino, pesquisa e extensão.

O curso visa, igualmente, a atender às necessidade e às demandas (no meio acadêmico,religioso, educacional e social) de profissionais na área de Filosofia e humanidades na região,conforme a LDBEN nº 9394/96, o Parecer do Conselho Nacional de Educação nº 38/2006 que obriga as escolas a oferecerem as disciplinas de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio.

Quer também fortalecer o desenvolvimento de pesquisas voltadas para a área das ciências humanas, no sentido de compreender a realidade existente e contribuir no seu desenvolvimento sócio-político. Aliado a esse fator procura-se criar condições para que sejam formados profissionais que, extrapolando o conhecimento necessário em seu campo de trabalho, penetrem em outras áreas, e que possam unir conhecimentos gerais construídos historicamente pela humanidade e as novas ideias e tecnologias do mundo contemporâneo, sendo necessário, para tanto, uma sólida formação humanística.





(*) Luiz Carlos Pereira de Souza - Pró-Reitor Acadêmico

(*) Nelson Valente – Professor Universitário






O Cassilândianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)