Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

09/02/2010 07:15

Artigo: Pensar no papel do indivíduo na sociedade

*Luiz Carlos Pereira de Souza e Nelson Valente

A partir da desordem do mundo contemporâneo, onde se percebem problemas de desigualdades sociais e econômicas, destruição ambiental, desrespeito aos princípios da vida,como liberdade e igualdade, corrupção na política, conflitos étnicos, religiosos e de gênero,por exemplo, evidencia-se a necessidade de superação dessa realidade por meio da reflexão ético-política, que se propõe a pensar sobre a pluralidade, buscando critérios para julgar e analisar as ações humanas, fundamentada nos princípios de igualdade, liberdade, diferença,responsabilidade, solidariedade. Toda a construção de significados, oportunizada pela

Filosofia, tem como objetivo a efetivação da liberdade na relação inter-subjetiva,possibilitando ao homem a edificação de um outro projeto para a vida em comum, que vá além do mais puramente imediato, como a satisfação ou interesse puramente pessoal.

Perspectiva oportunizada é a do indivíduo reconhecer a necessidade de afastamento de uma vida isolada, solipsista, buscando sua construção de humanidade-cidadania, a partir de relações significativas com os outros de maneira dialógica. Essa construção, inter-humana,

dá-se no momento em que o homem busca a compreensão do outro, a partir de uma relação de alteridade em que o eu só cria sua identidade em função da percepção da diferença, na qual o mesmo acolhe o outro através da comunidade discursiva.

Nesse contexto, a Filosofia tem como objetivo central, a partir de seus fundamentos ético-políticos de respeito ao outro de maneira dialógica, construir uma sociedade democrática, em que o indivíduo, enquanto cidadão participativo, seja reconhecido.Pode-se apontar como um dos maiores desafios da Filosofia para a presente época de início de um novo século a construção de relações harmoniosas entre os homens, inicialmente como reflexão e, posteriormente, como ação, possibilitando o enfrentamento de problemas sociais, políticos, econômicos e culturais. Percebendo a desigualdade e a injustiça do mundo contemporâneo, de relações globalizadas que visam, prioritariamente, ao lucro, é necessário pensar no papel do conhecimento filosófico frente a essa situação, como inspiradora da busca de sentido para a humanidade, distanciando-se da formação técnica do homem contemporâneo, que se compreende somente pelo seu desempenho econômico de produção, eficiência e capacidade reprodutora. A intenção central que se descortina é pensar no papel do indivíduo frente a sua comunidade, revelando a necessidade da responsabilidade de cada um frente ao todo, possibilitando relações solidárias com o outro homem, com a terra e com a sociedade.

A produção do conhecimento é uma missão da universidade e, ao lado da pesquisa,fundamentada na possibilidade de maior longevidade e de melhores condições de vida, a partir de uma postura ética voltada para a defesa do papel do cidadão. Tendo em vista a atual lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) no seu Artigo 36, Parágrafo 1º, Inciso III, que determina que o “educando ao final do Ensino Médio tenha o domínio dos conceitos/conteúdos de Filosofia e Sociologia necessários ao exercício da cidadania”, considera-se que a Filosofia é a forma de conhecimento capaz de despertar no educando o sentido da cidadania, não só no espaço escolar, mas no espaço social, atuando em instituições de cunho político, social e cultural.

O processo escolar de socialização é uma das propostas da LDBEN e a Filosofia inserisse nesta concepção, pelo fato de que seus conhecimentos têm como objetivo despertar nos jovens educandos atitudes de tolerância, participação ativa como sujeito e agente de transformação social e política. Nesse sentido, o Curso de Licenciatura em Filosofia do Centro Universitário Ítalo Brasileiro - UniÍtalo – ,baseado em seus fundamentos norteadores: ético-políticos, epistemológicos e didático pedagógicos caracteriza-se por preocupar-se com a formação geral e específica do acadêmico dentro de uma dinâmica, sempre atualizada, articulando os diversos saberes, tanto dentro da academia, entre acadêmicos e docentes ligados à instituição e a sua responsabilidade com a sociedade, num trânsito entre o ensino, pesquisa e extensão.

O curso visa, igualmente, a atender às necessidade e às demandas (no meio acadêmico,religioso, educacional e social) de profissionais na área de Filosofia e humanidades na região,conforme a LDBEN nº 9394/96, o Parecer do Conselho Nacional de Educação nº 38/2006 que obriga as escolas a oferecerem as disciplinas de Filosofia e Sociologia no Ensino Médio.

Quer também fortalecer o desenvolvimento de pesquisas voltadas para a área das ciências humanas, no sentido de compreender a realidade existente e contribuir no seu desenvolvimento sócio-político. Aliado a esse fator procura-se criar condições para que sejam formados profissionais que, extrapolando o conhecimento necessário em seu campo de trabalho, penetrem em outras áreas, e que possam unir conhecimentos gerais construídos historicamente pela humanidade e as novas ideias e tecnologias do mundo contemporâneo, sendo necessário, para tanto, uma sólida formação humanística.





(*) Luiz Carlos Pereira de Souza - Pró-Reitor Acadêmico

(*) Nelson Valente – Professor Universitário






O Cassilândianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 27 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)