Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/03/2006 11:13

Artigo: O astronauta

Luciano Pires
Cassilândia NewsCassilândia News

O ASTRONAUTA

por Luciano Pires



- O que é que você vai ser quando crescer?

Quantas vezes você ouviu essa pergunta? E quantas vezes fez essa pergunta?

A gente se concentra na resposta e esquece de examinar a pergunta. O que é que as pessoas estão querendo que você diga, afinal?

Seu sonho.

Isso mesmo. Elas estão interessadas em saber o tamanho de seu sonho.

Quando você respondia que queria ser engenheiro, médico, dentista ou advogado, as pessoas respondiam com um “muito bem”, não é mesmo?

Afinal de contas, isso era tudo o que elas esperavam ouvir. Era um sonho possível de ser alcançado por seu próprio esforço.

Mas quando você dizia que queria ser astronauta, jogador de futebol ou cantor de rock, a reação delas era diferente. De espanto: “nossa!”. E não raro, seguida de uma risadinha e um “que bom” meio falso, debochado até.

Aqueles eram sonhos difíceis, impossíveis, de alcançar.

Afinal, não acreditamos que as pessoas que nos rodeiam sejam capazes de grandes feitos. Esperamos que elas sejam “normais”, tenham sonhos comuns e vivam suas vidinhas iguais às nossas.

Quando aparece no jornal a notícia que o Zé, aquele conhecido simples, cheio de defeitinhos, fez algo fora do comum, descobriu a cura de uma doença, lançou um livro de sucesso, inventou um produto revolucionário ou foi indicado para um alto cargo numa empresa, a gente surta. Os pobres de espírito, por inveja. Os demais, por surpresa.

Quando eu era moleque em Bauru, sonhei em ser astronauta quando crescesse. Os adultos riam da idéia. Imagine, um astronauta nascido em Bauru. Pois sabe o primeiro astronauta brasileiro, o Major Marcos Cesar Pontes? É bauruense...

- Um astronauta? Bauruense? Como é que pode?

Talvez ele tenha acreditado no seu sonho. Talvez tenha falado sério quando disse que seria alguém capaz de fazer a diferença. Quando decidiu que seria mais do que aquilo que os outros esperavam dele.

Pois quando perguntar a uma criança o que ela quer ser quando crescer, pense nesta frase que alguém me enviou: “Nunca diga a uma criança que sonhos são bobagens. Pouca coisa é tão humilhante e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.”

Diante do sonho de uma criança, seja o que você deveria ser quando crescesse.

Seja outra criança.



* Luciano Pires é jornalista, escritor, conferencista e cartunista.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)