Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/01/2010 12:39

Artigo: O ano do povo-patrão

Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves*

Já vivemos 2010. Um novo ano que, para nós, brasileiros, pode ter um significado mais especial do que para outros povos. Elegeremos o novo presidente da República, os governadores dos Estados, dois terços dos senadores e a totalidade dos deputados federais e estaduais. Vamos reformar toda a estrutura do poder maior, conforme determina a Constituição. É a alternância estabelecida pelos mais básicos princípios da democracia. O povo terá a oportunidade de mudar ou deixar tudo como está, de acordo com sua vontade.

Durante os últimos anos, vivemos um período de episódios que só serviram para deslustrar a classe política. Sucessivos escândalos cometidos por políticos, agentes públicos e outros indivíduos deixaram desmotivada a opinião pública, tanto pela gravidade dos fatos quanto pela exploração maliciosa de alguns e pela sinistrose de outros. Tudo isso supervalorizado pelo clima de impunidade e corporativismo, que deixou livres de punição figuras reconhecidamente criminosas, que deveriam ter recebido os mais severos castigos pelos seus atos e, até, dado com os cotados na cadeia.

Mas, o desapontamento popular e o desinteresse do cidadão comum por política e pelo processo eleitoral servem apenas para fortalecer o político ruim e para contrariar o interesse da população. O ano de eleições é o único em que o povo pode realmente influir no processo e fazer valer sua vontade. Por isso, em vez de criticar os políticos e virar as costas para eles, o cidadão inteligente, como eleitor, deve procurar informar-se sobre o quê cada um deles realmente faz para, na hora de votar, escolher o candidato que esteja mais de acordo com os seus interesses. Se deixar passar essa oportunidade, a outra só ocorrerá dentro de quatro anos.

É do mais absoluto interesse do povo saber quem são os candidatos aos cargos executivos e as suas propostas de trabalho. Saber se o candidato “a” ou “b” tem o apoio do atual governante e decidir se quer o futuro governo de continuidade ao atual ou se quer renovar. Também é interessante ver quem foi o seu candidato a senador ou deputado na eleição passada e, pelo que ele fez no mandato, saber se ele continua ou não merecendo o seu voto. Ver se há algum novo que esteja mais de acordo com os seus interesses de eleitor.

A eleição existe para que o povo tenha condições de, soberanamente, escolher o seu governo e seus representantes nas casas legislativas. Rejeite as opiniões daqueles rebeldes imbecilóides que pregam o desprezo pela classe política. Todo cidadão e eleitor tem de entender que o político ocupante de cargo público é seu empregado e ele pode tanto ser mantido, admitido ou demitido através da eleições. Assim sendo, é do interesse geral acompanhar de perto o que fazem todos os nossos eleitos – presidente, governadores, senadores, deputados, prefeitos e vereadores - para, na hora de votar saber quem merece continuar e quem a deve ser mandado de volta para casa.

É o povo-patrão exercendo o seu poder...



Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves* – dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo)

aspomilpm@terra.com.br


O Cassilândianews não se responsabiliza por artigos com autoria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)