Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/02/2012 07:10

Artigo: Nossos medos, nossas aflições

Terezinha Tagliaferro, de Malta

Hoje o dia demorou pra clarear, na verdade nem chegou a clarear bem.O céu era cinzento, muitas nuvens espalhadas, formando um belo mosaico de cores, parte mais claras e outras mais escuras.
Como era meu dia de trabalho me preparei pra sair um pouco mais cedo , na esperança que o tempo melhorasse e também que a nuvém mais pesada acabasse de derramar suas lagrimas e que talvez, na proxima cidade,o tempo estaria melhor.Mas ficou so na esperança porque a chuva caia torrencialmente, as ruas ja estavam empoçadas e conforme os carros passavam a agua jorrava longe.Era de fazer medo que fui invocando meu anjo da guarda até chegar ao meu destino.
Trabalhei preocupada com a volta porque cada vez que olhava pela janela se podia notar que a chuva caia mansamente, sem pressa de alcançar seus objetivos.O céu insistia na sua cor escura e as nuvéns continuavam apoiando.
A volta nao foi diferente,tive de dirigir devagar porque mal se enxergava a estrada e além disso tem aqueles inconscientes que ainda decidem ultrapassar sem nenhuma necessidade.Entao eu tenho de rezar dobrado, pra mim e para aquele que encontro.
Assim, no intervalo das minhas oraçoes eu comecei a refletir e cheguei a seguinte conclusao:
Embora eu tenha medo, rezo e penso, eu agradeço a Deus de todo o coraçao por estar indo ao trabalho quando tem tantas pessoas que, por um motivo ou outro nao podem ir.Além do mais quando nos temos um compromisso, nos esforçamos pra cumpri-lo, mesmo que seja sacrificado.Se eu nao tivesse esse trabalho nao estaria percebendo o mosaico coloridos das nuvéns, me privaria de ver o movimento dos carros contornando as poças d’agua, nao haveria notado como a chuva tem o prazer de cair mansamente, enfim, nao haveria tido toda essa experiencia de um dia de mal-tempo.
Tudo aquilo que nos fazemos tem um sentido e um porque.Cabe a nos colocarmos na nossa mala de experiencias porque de tudo se pode tirar ensinamentos, sabedoria e é sempre melhor do que ficar em casa, fechada, por medo de enfrentar a realidade.
Aqui cabe o ditado: “Ajuda-te, que Deus te ajudara.”
Alimente as suas forças que ficaras mais forte.




Terezinha de Jesus Tagliaferro

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)