Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

27/04/2009 08:54

Artigo: Manoel Afonso analisa situação da mulher Dilma

Manoel Afonso*

Parafraseando a famosa indagação do poema do mineiro Drummond: “e agora Dilma?” Conseguirá ela ter a cabeça boa para reunir todas as suas forças apenas no combate ao câncer, ou se desdobrará entre a cura e a manutenção da candidatura? Questão complexa! Envolve a análise de vários aspectos.
Primeiro, não há como ignorar o estigma do câncer. O noticiário e os casos da doença – cada vez mais próximos de nossas casas e famílias – acaba gerando pânico em cada um de nós, em que pese os avanços da medicina. É todo aquele papo que a gente conhece no famoso “pacote de otimismo” que os médicos vendem quando a doença é diagnosticada. Aliás, a cada entrevista coletiva de médicos engravatados e de jaleco, mais desconfio da “sinceridade” deles na tentativa de enganar a imprensa e o paciente. Lembra do Tancredo Neves?
Dilma é uma mulher aculturada, mas não é mais nenhuma garota. É uma “sessentona” com indicativos de obesidade. Basta um olhar para concluir que ela leva uma vida sedentária, num ambiente de muito estresse. A operação plástica pode até ter repaginado - temporariamente seu rosto, mas ela não tem mais “cintura de pilão” e nem a saúde de outros tempos.
Se nós estamos discutindo isso, imagine ela, em seu quarto ou banheiro? Deve estar se perguntando: vou sair dessa? Os médicos falaram a verdade até onde? Vou entrar para qual lista: dos que convivem com a doença ou dos que morreram? O que mais vale a pena: lutar apenas pela sobrevivência, pela boa saúde ou sacrificar pelo poder, custe o que custar?
O emocional dela está fragilizado. Suas lágrimas recentes numa entrevista em Belo Horizonte demonstram isso. E olhe que ela está só começando uma jornada longa, que requer uniformidade de conduta em todos lugares e situações, com uma imprensa sempre atenta. Uma recaída de sua saúde, por conta do efeito colateral dos remédios, poderá colocar fora a suas chances de vitória.
É como aquele jogador de futebol, que para conseguir jogar, acaba tomando “infiltrações” no joelho por influência de dirigentes. Se lá na frente o problema clínico se agravar, ele será o único prejudicado e o clube terá lavados as mãos.
Como ocorre com outras pessoas de bom nível cultural nesta situação, Dilma também já deve ter lido várias publicações sobre a doença. E pesquisas têm demonstrado que, quanto melhor o nível de aculturamento do paciente, maior a chance de questionamentos e dúvidas. Os ignorantes, são mais facilmente enganados pelos médicos na revelação do diagnóstico de uma doença grave.
O Planalto colocou todo um esquema para ampará-la. Há um marketing para passar a idéia de que se trabalho de um problema de fácil solução. Mas apesar das frases preparadas, Dilma vende uma imagem de uma mulher carente e solitária no meio de muitas pessoas, mas de poucos amigos. Quem de sua família veio publicamente externar solidariedade? E isso nestas horas, conta muito. Tapinhas nas costas de políticos é tapeação.
E, diante das pesquisas desfavoráveis e do cenário eleitoral, esse pode ser um bom momento para ela sair de cena.
Depende só dela!

Manoel Afonso











* O Cassilândianews não se responsabiliza por artigos e opiniões em matérias assinadas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)